Brasil

77% dos amantes afirmam que usar máscara facilita traições, diz pesquisa

 

Segundo o estudo, adúlteros se sentem mais seguros em marcar encontros extraconjugais desde que o uso das máscaras se tornou obrigatório

Aline
Aline Taveira / Produtora com informações do Metrópoles
77% dos amantes afirmam que usar máscara facilita traições, diz pesquisa
(Foto: Freepik)

4 de junho de 2021 - 11:21 - Atualizado em 4 de junho de 2021 - 11:21

Uma pesquisa feita pelo Gleeden, plataforma de encontros extraconjugais, com mais de 3.600 usuários, descobriu que 77% afirmam que a máscara tornava as traições mais fáceis. Destes, 72% apontou que o motivo é o fato de ficarem irreconhecíveis.

Um estudo recente do Vision Research Centre da University of York em Toronto, publicado pelo New York Times, afirmou que a máscara dificulta a capacidade de reconhecer rostos e, às vezes, se torna até impossível identificá-los. Isso tem facilitado os encontros, segundo os entrevistados. 

Ainda segundo a pesquisa, para 57% dos entrevistados, é mais fácil encontrar um amante em locais públicos desde que o uso do acessório se tornou obrigatório. Isso facilita, por exemplo, o local dos encontros. 51% chegam a marcar encontros em locais próximos ao trabalho, e 32% em locais próximos às suas casas, graças às máscaras. 

Por isso, 34% dos usuários que participaram da pesquisa chegaram a admitir que torcem para que a obrigatoriedade do uso de máscaras se estenda, segundo o Metrópoles.

Sedução na pandemia

Por este motivo, surgiu a modalidade do maskfishing: pessoas passaram a usar máscaras de proteção em seus perfis de aplicativos de relacionamento para se tornarem “mais atraentes”.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.