Notícias

Brasil poderia ter mesmo resultado de Serrana não fosse atraso na vacinação, diz Doria

Reuters
Reuters
Brasil poderia ter mesmo resultado de Serrana não fosse atraso na vacinação, diz Doria
Vacinação contra Covid-19

31 de maio de 2021 - 13:21 - Atualizado em 31 de maio de 2021 - 13:25

Por Pedro Fonseca

(Reuters) – O Brasil inteiro poderia ter o mesmo impacto positivo de redução de mortes e casos de Covid-19 da cidade de Serrana por conta da vacinação não fosse um atraso no programa nacional de imunização, afirmou nesta segunda-feira o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), ao apresentar os dados completos de estudo sobre a imunização em massa do município paulista.

“Os resultados de Serrana mostram o que poderia estar ocorrendo no Brasil inteiro não fosse o atraso na imunização no país”, disse Doria em entrevista coletiva.

Serrana foi objeto de estudo do Instituto Butantan, que produz a vacina CoronaVac, desenvolvida pela chinesa Sinovac Biotech, no Brasil.

A pesquisa foi iniciada em fevereiro com o objetivo de vacinar toda a população adulta da cidade (cerca de 30 mil pessoas) para avaliar o impacto da imunização na pandemia de Covid-19.

No início da vacinação, a cidade enfrentava um aumento de casos de Covid, mas a disseminação do vírus foi contida depois que 75% da população foi imunizada, segundo os cientistas.

Com a vacinação realizada com duas doses, as mortes por Covid caíram 95%, o número de casos sintomáticos caiu 80% e as internações recuaram 86%, de acordo com os dados apresentados pelos pesquisadores.

“Com 75% da população-alvo imunizada com duas doses da CoronaVac a pandemia foi controlada em Serrana, e isso pode ocorrer em todo Brasil”, disse Doria.

(Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH4U0NF-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.