Notícias

Brasil esteve sempre um passo atrás do vírus, diz Mandetta em CPI

Reuters
Reuters
Brasil esteve sempre um passo atrás do vírus, diz Mandetta em CPI
Luiz Henrique Mandetta em Brasília

4 de maio de 2021 - 15:49 - Atualizado em 4 de maio de 2021 - 15:50

Por Lisandra Paraguassu

BRASÍLIA (Reuters) – O governo federal tinha consciência de que indicava um remédio sem indicação científica ao apostar no uso da cloroquina contra a Covid-19 e o país sempre esteve um passo atrás do vírus ao não adotar medidas de restrição de locomoção, disse o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta à CPI da Covid nesta terça-feira.

Mandetta reafirmou que o país nunca fez uma política de lockdown e disse que quase todas as medidas adotadas foram, normalmente feitas “depois do leite derramado” –ou seja, após a doença ter se espalhado.

“Estivemos sempre um passo atrás do vírus”, disse o ex-ministro.

Mandetta disse ainda que, ao deixar o ministério, o governo perdeu interlocução com a sociedade assim como a continuidade da equipe, o que prejudicou o mapeamento e acompanhamento da pandemia no país.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH4313N-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.