Notícias

Discussão por causa de foto na noite de Natal termina com morte de Bombeiro Civil, em Guaraniaçu

Homem foi assassinado com oito facadas em plena praça central da cidade

Guilherme
Guilherme Becker / Editor

25 de dezembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 16:29

Um homem, de 42 anos, foi morto com oito facadas na noite desta terça-feira (24) na Praça Guirino Cassol, no Centro de Guaraniaçu, no oeste do Paraná. A motivação do crime teria sido por causa de uma recusa para tirar uma foto, que gerou uma discussão banal e terminou em tragédia.

Valdair Aparecido Domingues, conhecido como Matosso, era natural de Ibema, morava em Guaraniaçu e trabalhava como Bombeiro Civil na Defesa Civil e também como socorrista de uma concessionária.

Discussão e tragédia na noite de Natal

O assassinato ainda está sendo investigado pela Polícia Civil. De acordo com informações preliminares, antes do crime houve uma discussão entre Matosso e o suspeito. Segundo testemunhas, a vítima se recusou a tirar uma foto com familiares do homem que desferiu as facadas. Entretanto não há esclarecimentos sobre o caso. Após o crime, o suspeito fugiu.

A Polícia Civil informou que já identificou o homem que cometeu o crime, porém, ele ainda não foi localizado. 

O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Cascavel e liberado para a funerária nesta quarta-feira (25). O sepultamento deve ser realizado no Cemitério Municipal de Ibema.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.