Notícias

BOLSA EUA-Wall St fecha em alta com impulso de balanços

Reuters
Reuters
BOLSA EUA-Wall St fecha em alta com impulso de balanços
Placa de Wall Street retratada em frente à Bolsa de Nova York

29 de julho de 2021 - 17:38 - Atualizado em 29 de julho de 2021 - 17:40

Por Caroline Valetkevitch

NOVA YORK (Reuters) – Os mercados de ações dos Estados Unidos terminaram em alta nesta quinta-feira, impulsionados pelos robustos balanços e previsões de empresas do país, enquanto dados mostraram que a economia dos EUA está acima do nível pré-pandemia.

A economia norte-americana cresceu solidamente no segundo trimestre, mas em ritmo mais lento do que o esperado por economistas.

Entre os balanços corporativos otimistas desta quinta-feira, as ações da Ford Motor Co deram um salto depois de a montadora elevar sua previsão de lucro para o ano, enquanto os papéis da Yum Brands Inc, controladora da KFC, subiram após a companhia superar expectativas de vendas trimestrais.

O índice Dow Jones subiu 0,44%, a 35.085 pontos, enquanto o S&P 500 ganhou 0,420621%, a 4.419 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançou 0,11%, a 14.778 pontos.

O PIB abaixo da previsão pode estar aliviando algumas preocupações de investidores de que a “política de dinheiro fácil” do Federal Reserve possa desaparecer em breve, disse Peter Tuz, presidente da Chase Investment Counsel, em Charlottesville, Virgínia. Os investidores também viram “alguns balanços muito bons hoje”.

Os setores financeiro, de materiais básicos e de energia –todos sensíveis aos ciclos econômicos– lideraram os ganhos no S&P.

No lado negativo, as ações do Facebook Inc caíram. A empresa alertou que o crescimento da receita iria “desacelerar significativamente” após a atualização recente do sistema operacional iOS da Apple que afetaria a capacidade do gigante da mídia social de direcionar anúncios.

Cerca de metade das empresas S&P 500 já divulgou balanços do segundo trimestre até a manhã desta quinta. Quase 91% delas superaram as estimativas de lucro, e os resultados do segundo trimestre agora devem ter saltado 87,2% em relação a um ano antes, de acordo com dados da Refinitiv.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH6S1GG-BASEIMAGE