Notícias

Blogueira relata estupro em boate de luxo, em Florianópolis; veja o relato!

Renata
Renata Nicolli Nasrala / Editora
Blogueira relata estupro em boate de luxo, em Florianópolis; veja o relato!
(Foto: reprodução das redes sociais)

22 de maio de 2019 - 00:00 - Atualizado em 22 de maio de 2019 - 00:00

A blogueira Mariana Ferrer compartilhou em suas redes sociais a terrível violência da qual foi vítima no dia 15 de dezembro de 2018 enquanto trabalhava em um beach club de alto padrão em Florianópolis, em Santa Catarina (SC).

A postagem, que já soma mais de 350 mil curtidas e 23 mil comentários, fala sobre toda a trajetória enfrentada pela jovem durante estes cinco meses traumatizantes onde o inquérito se mostra sem fim.

Blogueira Mariana Ferrer foi dopada e estuprada por estranho

No relato, que foi compartilhado nas redes nesta segunda-feira (20), Mariana Ferrer conta que sua virgindade foi roubada junto com seus sonhos. “Fui dopada e estuprada por um estranho em um beach blub dito seguro e bem conceituado da cidade, aonde eu era embaixadora e pensava se tratar de um local idôneo, por isso aceitei o convite para trabalhar lá”.

De acordo com ela, o estuprador não teria se aproximado quando estava lúcida. “Eu não tenho lembranças dele. Fui levada para um lugar desconhecido por mim e acredito que também seja para grande maioria das pessoas que lá frequentam. A investigação da polícia descobriu se tratar de uma área privativa que só tem acesso quem paga muito ou os proprietários”, diz ela em relato.

Vítima afirma que foi largada por amigas e não recebeu ajuda de ninguém

Revoltada e claramente cansada de esperar pela justiça, Mariana emocionou muitos homens e mulheres nas redes sociais, que compartilharam também suas histórias de abuso sexual.

No mesmo relato, ela fala da forma como foi abandonada por pessoas que considerava suas amigas. “Por que me deixou sozinha para que alguém pudesse me fazer mal? Por que quando pedi socorro você teve a frieza de não me ajudar (…)?”

Roupas cheias de sangue

Além disso, a jovem também compartilhou uma foto das roupas que usava no dia que tudo aconteceu, onde é possível ver a peça com marcas de sangue.

Quando chegou em casa, Mariana conta que sua mãe se deparou com a pior cena possível. “Minhas roupas estavam cheias de sangue e odor forte de esperma. (…). O estrago foi grande: físico e emocional”.

Veja relato completo da jovem!