Coronavírus

Bilionário chinês irá doar equipamentos de emergência para o Brasil

Entre os itens doados por Jack Ma estão kits para testar pacientes com suspeita de Covid-19 e ventiladores pulmonares

Caroline
Caroline Berticelli / Editora
Bilionário chinês irá doar equipamentos de emergência para o Brasil
Jack Ma deixou a presidência do Alibaba Group para se dedicar a atividades filantrópicas. (Foto: Foundations World Economic Forum)

25 de março de 2020 - 00:00 - Atualizado em 25 de março de 2020 - 00:00

O bilionário chinês Jack Ma, fundador do Alibaba Group, anunciou no último domingo (22) que está doando equipamentos de emergência como máscaras e ventiladores para os países da América Latina, incluindo o Brasil, e África. 

Segundo anuncio feito pelo Twitter, serão mais de 2 milhões de máscaras, 400 mil kits para testar pacientes com suspeita de COVID-19 e 104 ventiladores pulmonares.

“Um mundo, uma luta! Doaremos suprimentos de emergência – 2 milhões de máscaras, kits de teste de 400K, 104 ventiladores [hospitalares] – para 24 países da América Latina, incluindo Argentina, Brasil, Chile, Cuba, Equador, República Dominicana e Peru. Nós enviaremos de longa distância, e vamos nos apressar! SOMOS UM!”, escreveu Jack Ma na publicação. 

África

A África já recebeu o primeiro carregamento, kits de teste foram entregues no fim de semana na Etiópia. Abiy Ahmed Ali, primeiro-ministro do país, agradeceu publicamente pelas doações na rede social: 

“Obrigado à @JackMa e ao @AlibabaGroup por enviar a primeira remessa de materiais de prevenção # COVID-19. O suporte inclui 1,1 milhão de kits de teste, 6 milhões de máscaras e 60.000 roupas de proteção a serem distribuídos por toda a África. A distribuição para outros países começará a partir de amanhã, publicou no Twitter.

Doações para países asiáticos

A Fundação Jack Ma e a Fundação Alibaba também fazem doações de suprimentos médicos para vários países do sudeste asiático. Até o momento, foi anunciada a ajuda para o Afeganistão, Bangladesh, Camboja, Laos, Maldivas, Mongólia, Mianmar, Nepal, Paquistão, Sri Lanka, Malásia, Indonésia, Tailândia e Filipinas.

 “Nós, em conjunto com a Fundação Alibaba, enviaremos 2 milhões de máscaras, 150 mil kits de teste, 20 mil roupas de proteção e 20 mil protetores faciais para a Indonésia, Malásia, Filipinas e Tailândia. E mais ajuda para outras nações asiáticas está a caminho! Força, Ásia!”, afirmou a Fundação Jack Ma quando anunciou a doação para Malásia, Indonésia, Tailândia e Filipinas.

Dias mais tarde, as outras nações também foram inclusas na lista e passaram a receber máscaras, kits de teste do Covid-19, peças de vestuário de proteção, ventiladores e termômetros.

Jack Ma

Em 2019, Jack Ma, com 55 anos, deixou a presidência do Alibaba Group para dedicar seu tempo e seu dinheiro em projetos filantrópicos e à educação. Antes de fundar o conglomerado bilionário, em 1999, Jack foi professor de inglês.