Notícias

Biden demite comissário da Previdência Social nomeado por Trump

Reuters
Reuters
Biden demite comissário da Previdência Social nomeado por Trump
Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, durante discurso na Casa Branca

9 de julho de 2021 - 19:58 - Atualizado em 9 de julho de 2021 - 20:00

WASHINGTON (Reuters) – O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, demitiu nesta sexta-feira o comissário da Previdência Social do país, Andrew Saul, funcionário remanescente do governo Trump, mas Saul disse ao Washington Post que planeja trabalhar na segunda-feira, uma vez que seu mandato não acabou.

“Andrew Saul se recusou a renunciar, conforme solicitado, e foi notificado de que seu emprego como comissário foi encerrado imediatamente”, disse uma autoridade da Casa Branca, que falou sob condição de anonimato.

A fonte disse que Saul tomou “ações que vão contra a missão da agência e a agenda política do presidente”.

Saul, nomeado para um mandato de seis anos pelo ex-presidente dos EUA, Donald Trump, em 2019, disse ao Post: “Eu me considero o comissário de Previdência Social, protegido pelo mandato.”

O vice-comissário, David Black, outro nomeado por Trump, também foi convidado a renunciar e concordou, disse a autoridade da Casa Branca.

Biden nomeou Kilolo Kijakazi como comissária interina enquanto a busca por um comissário e vice-comissário é conduzida, disse a fonte.

A Administração da Previdência Social dos EUA, que supervisiona programas que fornecem apoio financeiro a idosos e deficientes físicos, não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

(Por Jeff Mason)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH6818V-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.