Internacionais

Bebê morre após ser deixado dormindo em cadeirinha de segurança

Anders morreu em decorrência de uma asfixia postural

Renata
Renata Nicolli Nasrala / Editora

4 de novembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 4 de novembro de 2019 - 00:00

Um bebê gêmeo morreu após ser deixado dormindo na cadeirinha de segurança por aproximadamente duas horas em Madan, nos Estados Unidos (EUA), logo depois da mãe deixar o casal na creche em suas cadeirinhas de transporte. 

Bebê morre ao ser deixado dormindo em cadeirinha segurança

De acordo com o canal norte-americano ABC, a mãe Rachel Jungling deixou os gêmeos de 11 meses em suas cadeirinhas porque as crianças estavam dormindo ao chegarem no local.

Conforme Rachel, ela acreditou que logo na sequência as funcionárias da creche iriam tirar Anders e Linnea das cadeirinhas, mas isso não aconteceu.

Na creche, os gêmeos permaneceram dormindo em suas cadeirinhas por cerca de duas horas.

“Eu ainda me lembro que o Anders meio que sorriu para mim quando eu disse tchau”, contou Rachel ao canal norte-americano ABC.

Funcionárias da creche só perceberam o erro quando um dos bebês já estava inconsciente

Em determinado momento, uma das funcionárias da creche percebeu que Anders estava inconsciente, e só então os paramédicos foram acionados.

No local, médicos tentaram reanimar o bebê por aproximadamente 40 minutos, mas infelizmente a criança não resistiu.

bebê morre cadeirinha do carro

(Foto: reprodução Bebê Mamãe/Canal ABC)

Segundo Rachel, ela se lembra nitidamente da ligação que recebeu da polícia sobre o estado de saúde de seu filho.

“Eles me perguntaram duas vezes se eu estava sentada e disseram que iam me buscar porque o Anders estava no hospital. Foi desesperador”.

Casal quer alertar pais e funcionários de escola sobre o perigo de deixar crianças dormirem em suas cadeirinhas de segurança

Agora, dois anos após a morte do bebê, Rachel e seu marido decidiram alertar outros indivíduos sobre a fatalidade.

Segundo os pais, eles tinham ciência de que era perigoso deixar crianças dormirem na cadeirinha do carro quando estavam fora do veículo. Entretanto, as funcionárias da creche não tinham o mesmo conhecimento.

Acontece que quando estão fora do carro, o ângulo das cadeirinhas muda e há maior risco das crianças sofreram asfixia postural, ou seja, quando a posição em que uma pessoa está impede sua respiração adequada.

Conforme Rachel, Anders morreu em decorrência de uma asfixia postural pois sua cabeça foi para frente enquanto ele dormia, bloqueando suas vias aéreas.

“Agora nós queremos informar outros pais e cuidadores sobre este risco para que outras famílias não passem pelo que passamos”.

*Este conteúdo foi elaborado a partir da matéria publicada originalmente no portal Bebê Mamãe