Notícias

Bebê morre ao ser deixado no carro por 3 horas no dia mais quente do ano

A criança de 2 anos teria sido esquecida dentro do carro pela cuidadora

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Bebê morre ao ser deixado no carro por 3 horas no dia mais quente do ano
(Foto: Reprodução)

27 de agosto de 2021 - 11:59 - Atualizado em 27 de agosto de 2021 - 11:59

Um bebê de 2 anos morreu ao ser esquecido por uma cuidadora dentro de um carro por mais de 3 horas nesta quarta-feira (25) em Bauru, no interior de São Paulo. Segundo dados do Instituto de Pesquisas Meteorológicas da Unesp (Ipmet), foi o dia mais quente do ano na cidade: 35,3°C por volta das 16h. De acordo com a polícia, a criança ficou no carro das 13h45 às 16h51.

Segundo a Polícia Civil, Arthur Oliveira dos Santos estava sob os cuidados da cuidadora Glaucia Aparecida Luiz, de 35 anos, que seria, junto com a filha, responsável por mais de 10 crianças em sua casa, onde funcionava uma creche irregular. Uma equipe foi acionada no fim da tarde após o menino ter sido levado por Glaucia para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas a criança chegou sem vida.

Imagens gravadas por circuito de segurança mostram que Arthur está no banco da frente do carro, próximo ao para-brisa, dando a impressão que tentava abrir a porta e bater no vidro. A gravação do momento em que o menino apareceu se mexendo ocorreu por volta das 14h, informou a polícia.

A cuidadora foi presa preventivamente por homicídio com dolo eventual. Glaucia declarou que havia esquecido Arthur, filho do casal Fabrício Lucas do Santos e Karina Oliveira de Souza dos Santos, por cerca de 15 minutos. Mas, somente às 16h51 é que a mulher abriu a porta do veículo para guardar algo, segundo a polícia. Nesse momento, percebeu que Arthur estava desacordado no banco de trás.

De acordo com a equipe que fez o atendimento, Arthur tinha sinais de desidratação, sufocamento e maxilar rígido.