Notícias

Bebê é esquecido pelos pais e passa meia hora dentro de carro

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

4 de maio de 2017 - 00:00 - Atualizado em 4 de maio de 2017 - 00:00

Os pais saíram para comer e esqueceram o bebê dentro do carro por meia hora, até ser resgatado por populares (Foto: Reprodução/RICTV Londrina)

Os pais saíram para comer e esqueceram o bebê de sete meses dentro do carro, em Londrina. Quando eles retornaram, encontraram o veículo arrombado e a criança a salvo

* com informações da repórter Carolina Martinz Prado, da RICTV de Londrina 

Um bebê de sete meses foi esquecido dentro de um carro na tarde desta quarta-feira (3), na Rua Sergipe, no centro de Londrina. O caso gerou grande revolta na população.

A criança dormia na cadeirinha, no banco traseiro do carro, quando os pais resolveram estacionar para comer. Eles não perceberam que o filho estava no carro e se dirigiram até a lanchonete, que ficava a mais ou menos 80 metros, sozinho.

De acordo com a mãe, assim que o casal sentou para comer, ela se lembrou que tinham esquecido o bebê sozinho no veículo. Quando os dois se deslocaram até o local, encontraram o carro arrombado e a criança no colo de populares.

Uma pessoa que presenciou o ocorrido afirmou, em depoimento à Polícia Civil, que a criança teria ficado quase meia hora sozinha, o que acabou gerando a confusão.

Os ânimos no local se alteraram, e os pais foram obrigados a se esconder dentro de uma loja para não serem linchados. Eles foram encaminhados para o Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria) e indiciados pelo crime de abandono de incapaz.

Veja também

Pai deixa criança no carro para assaltar casa; um morre e outro fica ferido

Recém-nascido é deixado em pia de batismo dentro de uma igreja em Rolândia

 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.