Notícias

Bares e restaurantes pedem extensão do horário de funcionamento no Dia dos Namorados

O presidente da ABRABAR ainda afirma que a proibição de funcionamento deste ramo do comércio viola a Constituição Federal (CF), por restringir direitos fundamentais

Laura
Laura Luzzi / Estagiária
Bares e restaurantes pedem extensão do horário de funcionamento no Dia dos Namorados
(Foto: Ilustração/Pixabay)

8 de junho de 2021 - 15:29 - Atualizado em 9 de junho de 2021 - 11:30

Nesta terça-feira (8), a Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (ABRABAR) entrou com um ofício frente à Secretaria Estadual de Saúde (SESA), solicitando a extensão do horário de funcionamento do setor gastronômico no dia 12 de junho, comemoração do Dia dos Namorados.

O documento, assinado pelo diretor presidente da ABRABAR, Fábio Aguayo, também foi endereçado ao secretário da saúde do estado, Beto Preto, e às prefeituras das cidades de Curitiba, Maringá, Londrina, Ponta Grossa, Cascavel, Foz do Iguaçu.

“Com base nas medidas e experiências já adotadas, vimos presente requerer o funcionamento no Sábado dia 12 de junho de 2021, data em que celebra o dia dos namorados à possibilidade dos setores do comércio, serviços e turismo, especialmente o de gastronomia funcionarem até às 24 horas; certamente com respeito aos protocolos e às regras sanitárias”.

cita parte do ofício.

O requerimento utiliza como justificativa a medida do Supremo Tribunal Federal n. 47.470/DF, que permitiu que acontecesse a prova do concurso da Polícia Federal no dia 23 de maio, assim como o decreto municipal de Curitiba, que permitiu abrir a exceção para o funcionamento do comércio no Dia das Mães.

O presidente da ABRABAR ainda afirma que a proibição de funcionamento deste ramo do comércio viola a Constituição Federal (CF), por restringir direitos fundamentais. Aguayo ainda declara que a CF garante a proteção da saúde à mesma medida que a manutenção da economia.

“São dois direitos fundamentais que devem ser harmonizados, para que existam concomitantemente; mas não é o que ocorre”.

declara Fábio.

A Federação das Empresas de Hospedagem, Gastronomia, Entretenimento, Lazer e Similares do Estado do Paraná (FETURISMO) também apoiou o requerimento.

A equipe de reportagem do RIC Mais entrou em contato com a assessoria da SESA e das prefeituras acima citadas. Até o momento desta publicação, não houve retorno de nenhum dos órgãos.

Curitiba

O documento enviado ao Prefeito Rafael Greca contou, também, com a assinatura do presidente do Sindicato das Empresas de Gastronomia, Entretenimento e Similares de Curitiba (SindiAbrabar). A prefeitura ainda não se posicionou sobre o fato.

Demais regiões

De acordo com as Prefeituras de Ponta Grossa e Cascavel, neste momento, não há nenhuma definição em relação ao Dia dos Namorados, portanto o toque de recolher continua sendo às 23h.

Em Foz do Iguaçu, a Prefeitura disse em nota que:

“As medidas restritivas para conter a transmissão da covid-19 são adotadas com base no cenário epidemiológico da doença, avaliado semanalmente pelo Comitê de Crise de Enfrentamento à Covid-19, composto por autoridades municipais, Vigilância Epidemiológica e representantes da rede municipal de saúde. O decreto atual tem vigência até o dia 11 de junho. As medidas após este período serão avaliadas em reunião do comitê”.

Maringá ainda irá avaliar tal questão.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.