Notícias

Loira, bonita e bandida: Barbie do Tráfico é encontrada morta

Jovem de 25 anos já havia fugido da cadeia de Campo Grande

Guilherme
Guilherme Becker / Editor
Loira, bonita e bandida: Barbie do Tráfico é encontrada morta
Jovem tinha apenas 25 anos e uma extensa ficha de aventuras com problemas criminais (FOTO: REPRODUÇÃO)

24 de setembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 24 de setembro de 2019 - 00:00

A polêmica vida da Barbie do Tráfico chegou ao fim nesta segunda-feira (23). A jovem de 25 anos, que morava em Manaus, foi encontrada morta com quatro tiros em frente a uma casa noturna na rua Lobo D’Almada, no centro da cidade. Fernanda Caroline Chaves Pinho ficou conhecida nacionalmente pelos crimes e por ostentar nas redes sociais.

Com 22 anos a jovem se envolveu em uma das suas histórias mais polêmicas. A Barbie, que na época era morena, foi presa com 40 quilos de maconha em Campo Grande e conseguiu fugir da penitenciária pulando o muro do local. Três meses depois, já loira, a jovem foi encontrada no aeroporto de Porto Alegre com uma identidade falsa.

Barbie do Tráfico sendo presa no aeroporto de Porto Alegre (FOTO: REPRODUÇÃO)

Após ser presa novamente, a jovem foi transferida para Campo Grande onde cumpriu o restante da pena. Atualmente, Fernanda, que era conhecida também como Bárbara Caroline, trabalhava como garota de programa em Manaus.

Atualmente a Barbie do Tráfico era garota de programa (FOTO: REPRODUÇÃO)

Barbie do Tráfico é morta

Com apenas 25 anos, Fernanda Caroline já tinha uma ficha extensa de problemas com a polícia. Após escapar da penitenciária e ser presa novamente enquanto visitava o namorado no Natal, a Barbie do Tráfico estava vivendo em Manaus. De acordo com informações de pessoas próximas, a jovem atualmente trabalhava na Remulos Club Streep Tease, uma casa de prostituição.

Segundo a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) a jovem recebeu uma ligação antes de morrer. A Barbie então saiu da casa de Streep Tease e, quando caminhava por uma rua próxima, um homem se aproximou e ela recebeu quatro tiros – três na cabeça e um nas costas.

A jovem não resistiu aos ferimentos e morreu no local. De acordo com a perícia, os tiros foram disparados por uma pistola calibre 380. A polícia desconfia de um possível acerto de contas.

As investigações utilizarão imagens de câmeras de segurança de comércios da região para descobrir informações e buscar o autor do crime contra a Barbie.

Confira a história da Barbie em 2016

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.