Notícias

Curitiba: autoteste de HIV é entregue em casa e de graça para população-chave

Caroline
Caroline Berticelli / Editora com informações da Prefeitura Municipal de Curitiba
Curitiba: autoteste de HIV é entregue em casa e de graça para população-chave
Curitiba entrega autoteste para HIV em casa. (Foto: Divulgação)

6 de fevereiro de 2020 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 14:53

O autoteste de HIV, agora, pode ser entregue na residência dos interessados e de forma gratuita em Curitiba. A distribuição é feita pela Secretaria Municipal da Saúde que informa que o e-testing é enviado por correspondência, em embalagem sigilosa.

Quem pode solicitar o exame

Segundo a prefeitura municipal, o fornecimento dos exames é “direcionada à chamada população-chave (homens que fazem sexo com homens e gays do sexo masculino)”. 

Para o público masculino e mulheres trans há ainda a opção de fazer o teste no e-COA, que funciona em horário alternativo, das 17h às 22h, na Rua Brigadeiro Franco, 1.300, Centro.

A Prefeitura também oferece o exame convencional para HIV/Aids nas 111 unidades de saúde. 

Como pedir

Para pedir o autoteste de HIV, basta acessar a plataforma virtual A Hora é Agora ou o aplicativo, disponível nas versões Android e IOs e preencher um questionário. Na sequência, o solicitante receberá um código, que será sua identificação no endereçamento, e  assim que o teste for enviado, ele receberá por e-mail um código de rastreamento para acompanhar a chegada do exame. 

Diagnóstico precoce

A coordenadora de Vigilância Epidemiológica dos Agravos Crônicos Transmissíveis da Secretaria Municipal da Saúde, Liza Rosso, explica que o objetivo da ação é ampliar o diagnóstico precoce do HIV entre as populações mais vulneráveis.

“Na população-chave, a prevalência de HIV é de 10%, enquanto na população geral o índice é de 0,4%”, esclareceu Liza. 

O que fazer se o exame der positivo?

Em caso de resultado positivo no autoteste de HIV, a orientação é procurar o Centro de Orientação e Aconselhamento (COA) da Secretaria Municipal da Saúde para confirmação do diagnóstico. Caso o resultado seja novamente positivo, já se inicia a vinculação do paciente aos serviços de saúde para facilitar o início do tratamento nas unidades básicas

Segundo a coordenadora, o diagnóstico precoce é também uma forma de prevenção. Quanto antes a pessoa se descobrir soropositiva e iniciar o tratamento, menor o dano que o HIV fará ao sistema imunológico. O tratamento adequado leva a uma queda de 96% na possibilidade da transmissão do vírus.

Outras opções para retirar o autoteste de HIV

O autoteste também pode ser retirado nos armários de autoatendimento instalados no Bloco Estadual da Rodoferroviária e no Centro de Orientação e Aconselhamento (COA), na Rua do Rosário, 144, no São Francisco, seguindo o mesmo processo para a solicitação. Ao iniciar a solicitação deve-se informar qual a forma de recebimento do teste.

A Hora é Agora

A ação faz parte do projeto A Hora É Agora – Testar Nos Deixa Mais Fortes, voltado à população-chave da epidemia de HIV. É uma parceria entre a Prefeitura de Curitiba, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, o departamento de DST/AIDS e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, a Fundação Oswaldo Cruz e o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos da América (CDC).

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.