Notícias

Aulas presenciais continuam suspensas em Curitiba; Paraná segue mesma decisão

As aulas da rede municipal de ensino em Curitiba continuam suspensas, pelo menos até 30 de setembro. Paraná segue mais rigoroso.

Lucas
Lucas Sarzi
Aulas presenciais continuam suspensas em Curitiba; Paraná segue mesma decisão
Imagem ilustrativa

28 de agosto de 2020 - 18:58 - Atualizado em 28 de agosto de 2020 - 19:23

As aulas da rede municipal de ensino continuam suspensas em Curitiba. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (28), pela prefeitura da cidade, que publicou a determinação no decreto de número 1128. No Paraná, governo foi ainda mais rigoroso e disse não ter data prevista para retorno das aulas.

Segundo o decreto, as aulas presenciais da rede municipal de ensino de Curitiba continuam suspensas até o dia 30 de setembro. Isso tudo por causa da pandemia do novo coronavírus e do risco de contaminação entre os alunos.

Conforme a prefeitura, durante este período de isolamento, desde 13 de abril, os estudantes têm acesso aos conteúdos do currículo por meio das videoaulas disponíveis na TV aberta (canais 4.2 e 9.2 em Curitiba) e no YouTube. As aulas online continuam normalmente.

Coronavírus tem desacelerado em Curitiba

Nesta quinta-feira (27), a prefeitura informou que os indicadores mostram uma desaceleração na taxa de transmissão e na circulação do novo coronavírus em Curitiba. Mesmo assim, a Secretaria Municipal da Saúde alerta para a necessidade de todos continuarem seguindo as medidas de proteção e o respeito aos protocolos de responsabilidade sanitária e social.

A máscara, por exemplo, continua sendo item obrigatório em qualquer ambiente. A higiene regular das mãos, o distanciamento social e, acima de tudo, evitar aglomerações, também são recomendações.

Até surgir uma vacina não existe risco zero, e o comportamento das pessoas é que determinará os rumos da pandemia e o funcionamento ou não das atividades. Qualquer descuido pode significar um passo para trás”, destacou Márcia Huçulak, secretária municipal da Saúde de Curitiba.

Aulas continuam suspensas em todo o Paraná

Mesmo com indicativo da estabilização do número de casos e óbitos, o governo do Paraná é ainda mais rigoroso. Conforme a Secretaria de Estado da Saúde, não há previsão de retorno das aulas presencias no Paraná. A medida também está amparada no decreto número 4.230/2020, assinado pelo governador Carlos Massa Ratinho Júnior em março e que prevê a suspensão das aulas na rede pública e privada.

Ainda não podemos voltar às aulas. Tenho percebido pelo Estado alguns movimentos de instituições querendo este retorno presencialmente. Voltamos a defender que não há possibilidade. Os números ainda são altos”, afirmou o secretário Beto Preto.

O governo do Paraná formalizou um comitê com a presença de diversas secretarias e está analisando a metodologia quando o retorno for possível, desde que com segurança para alunos, professores e funcionários.

Não temos como falar em data. O Governo tem discutido métodos para quando houver a possibilidade de retomada. Enquanto as curvas de casos novos e óbitos não estiverem em queda sustentada, não há previsão”, frisou o secretário.

O Paraná já contabilizou 125.601 casos da Covid-19 e 3.155 mortes, em 398 municípios, ou seja, com a circulação do vírus em 99% das localidades do Estado. Nesta sexta-feira (28) foi divulgado o maior número de infectados em apenas um dia, com 2.886 confirmações e 41 óbitos.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.