Notícias

Athletico e Juventude voltam a se enfrentar após 14 anos

Último duelo entre as equipes foi pela 31ª rodada da Série A de 2007, e terminou empatado por 0 a 0; Furacão não vence em Caxias do Sul há 19 anos

Guilherme
Guilherme Almeida
Athletico e Juventude voltam a se enfrentar após 14 anos
Alfredo Jaconi será o palco da partida de domingo (Foto: Divulgação/Juventude)

5 de junho de 2021 - 13:01 - Atualizado em 5 de junho de 2021 - 13:43

O Athletico reencontrará um velho adversário no domingo (06), às 18h15, pela segunda rodada da Série A. Após 14 anos, o Juventude voltará a cruzar o caminho do Furacão.

Tradicional, o clube de Caxias do Sul era figura assídua na elite nacional, no final dos anos 90 e metade dos anos 2000. Entretanto, a equipe alviverde foi rebaixada em 2007, e apenas agora, após esse longo hiato, retorna à Série A do Brasileirão.

Além do longo tempo sem enfrentar o Juventude, o Athletico também tentará derrubar um outro pequeno tabu. No Alfredo Jaconi, palco do confronto deste final de semana, o Furacão venceu apenas três vezes na história, sendo a última em 2002, há 19 anos, portanto.

Vitória foi pela extinta Copa Sul Minas

O último triunfo do Athletico em Caxias do Sul se deu pela Copa Sul Minas de 2002. Na ocasião, o Furacão contou com a estrela de dois ídolos. O meia Kleberon e o atacante Alex Mineiro, campeões em 2001.

O “Xaropinho” abriu o placar, aos 35 minutos do primeiro tempo, com o artilheiro de 2001 definindo o placar, aos 29 da segunda etapa.

Na história, as equipes se enfrentaram 28 vezes, entre as Séries A e B do Brasileirão, Copa Sul e Copa Sul Minas. O Athletico leva pequena vantagem no retrospecto, com 11 vitórias contra nove do Juventude. Ainda houveram oito empates.

Última vitória teve goleada e show de Alex Mineiro

A última vitória do Furacão contra o Papo foi pela 12ª rodada da Série A de 2007, em partida disputada no dia 18 de julho. Na Arena da Baixada, o Athletico não tomou conhecimento, e goleou por 4 a 0.

E, novamente, o Rubro-Negro contou com o brilho de Alex Mineiro. O atacante marcou duas vezes naquela goleada. O também atacante Dinei, além do lateral-direito Jancarlos, completaram o placar.

(Créditos: SporTV/Premiere)

Provável equipe

O técnico António Oliveira terá uma equipe bastante próxima a que empatou contra o Avaí, na quinta-feira (03), pela partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil.

A única dúvida em relação a formação titular do Athletico que irá entrar em campo é no setor de criação. O meia Jadson, que começou o duelo contra os catarinenses como opção no banco, poderá retornar na vaga de Carlos Eduardo.

O atacante Matheus Babi, que não pode jogar a Copa do Brasil por já ter disputado a competição pelo Botafogo, retorna como opção no banco de reservas.

No mais, a formação deverá ser a mesma da partida pela Copa do Brasil. Os desfalques seguem sendo o lateral-esquerdo Abner, que está com a Seleção Olímpica; o zagueiro Lucas Halter e o volante Erick, que se recuperam de lesão, além do meia David Terans, que trata um desconforto muscular. Nicolas segue de titular na vaga do selecionável.

Com isso, uma provável escalação tem: Santos; Khellven, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nicolas; Richard, Christian e Nikão; Carlos Eduardo (Jadson), Vitinho e Renato Kayzer.

Juventude e Athletico se enfrentam neste domingo (06), às 18h15, no Alfredo Jaconi, pela segunda rodada da Série A. O Furacão busca a segunda vitória na competição, após vencer o América-MG. Já o Papo, busca seu primeiro triunfo, após empatar na estreia contra o Cuiabá, por 1 a 1.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.