Notícias

Athletico busca manter retrospecto positivo contra o Sport, na Arena da Baixada

Derrotas aconteceram em 2003, pela Copa do Brasil; e 2014, pela Série A

Guilherme
Guilherme Almeida
Athletico busca manter retrospecto positivo contra o Sport, na Arena da Baixada
Furacão costuma se dar bem jogando em casa contra o adversário (Foto: Reprodução/Athletico)

24 de fevereiro de 2021 - 16:31 - Atualizado em 24 de fevereiro de 2021 - 16:39

O Athletico tentará manter uma escrita positiva, no duelo contra o Sport, na quinta-feira (25), às 21h30, na Arena da Baixada, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Jogar em casa, contra o adversário, é sinônimo de sucesso para o Rubro-Negro.

Dentro de seus domínios, o Furacão foi derrotado apenas duas vezes na história, pelo Leão da Ilha. Os revezes foram em 2003, pela Copa do Brasil; e em 2014, pela Série A.

Pela Copa do Brasil de 2003, Athletico e Sport se enfrentaram pela segunda fase, no dia 19/03/03. Ilildo, Cleber e Valdir Papel marcaram os gols do Leão da Ilha. Ilan fez os dois gols do Furacão. No jogo de volta, uma semana depois, o time pernambucano venceu por 1 a 0, na Ilha do Retiro e se classificou.

Já em 2014, pela 36ª rodada da Série A, o Sport venceu por 1 a 0, gol de Diego Souza.

Na história, entre Série A, Série B e Copa do Brasil, foram disputados 18 jogos entre Athletico e Sport, em Curitiba. O Furacão venceu 10 vezes. Houveram dois empates, além das duas vitórias do Leão da Ilha.

No entanto, na Ilha do Retiro, o Athletico não costuma ter muita sorte. Nos 20 jogos disputados na história, o Furacão venceu apenas uma vez, em 2009, pela Série A. O time pernambucano venceu 11 vezes. Ainda ocorreram seis empates.

No primeiro turno do atual campeonato, pela 19ª rodada, o Sport levou a melhor, e venceu por 1 a 0, gol de Thiago Neves.

O histórico geral também é desfavorável para o Athletico. Em 38 jogos, o Furacão venceu 11 vezes. O Sport tem 13 triunfos. Foram outros 14 empates.

Partida vale para o Athletico

Mesmo já classificado para a Copa Sul-Americana, o jogo desta quinta (25) é muito importante para o Athletico. Se o Furacão terminar em nono lugar, entra direto na terceira fase da Copa do Brasil.

Caso fique abaixo desta posição, terá que disputar a competição desde o início, com perigosos jogos únicos nas duas primeiras fases.

Provável escalação

António Oliveira ainda comandará o time, substituindo Paulo Autuori, que cumpre isolamento social pela covid-19. O técnico apresenta apenas sintomas leves.

O zagueiro Thiago Heleno e o volante Richard, expulsos após o fim da partida contra o Grêmio, cumprem suspensão automática e desfalcam a equipe. Aguilar e Jaime Alvarado devem ser os substitutos. Vitinho e Christian disputam posição no meio. Renato Kayzer poderá voltar no lugar de Jadson.

Com isso, um provável Athletico tem: Santos; Jonathan, Pedro Henrique, Aguilar e Abner; Alvarado, Léo Cittadini e Carlos Eduardo; Vitinho (Christian), Nikão e Renato Kayzer (Jadson).

Athletico e Sport se enfrentam na quinta-feira (25), às 21h30, na Arena da Baixada, pela 38ª rodada. O Furacão é o nono colocado, com 50 pontos. O Leão da Ilha é o décimo quarto, com 42, e busca um vaga na Copa Sul-Americana.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.