Notícias

Athletico bate o Internacional por 2 a 1 e volta a vencer após três jogos

David Terans, com um golaço, e Vitinho, marcam os gols da vitória do Furacão, que volta a somar três pontos após três jogos de jejum; Edenílson marcou o gol do Colorado

Guilherme
Guilherme Almeida
Athletico bate o Internacional por 2 a 1 e volta a vencer após três jogos
Terans comemora após marcar o gol que abriu o placar para o Athletico (Foto: Reprodução/Athletico)

25 de julho de 2021 - 20:12 - Atualizado em 25 de julho de 2021 - 21:45

Na noite deste domingo (25), Athletico e Internacional se enfrentaram, na Arena da Baixada, pela décima terceira rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Dominante do início ao fim, o Furacão fez grande partida, e com merecimento, venceu por 2 a 1, se reabilitando após três partidas de jejum. David Terans, com um golaço de falta, e Vitinho, marcaram os gols do triunfo. Edenílson, de pênalti, fez o tento do Colorado.

Com o resultado, o Athletico sem mantém na quinta colocação, mas agora com 23 pontos, e ainda com uma partida a menos em relação aos demais. Já o Internacional, permanece em décimo terceiro, com 14 pontos, podendo ser ultrapassado por Juventude e Cuiabá, que ainda entram em campo.

Na próxima rodada, a décima quarta da competição, o Athletico vai até o Mineirão, encarar o vice-líder Atlético-MG, no próximo domingo (01), às 16h. Já o Internacional, terá pela frente o Cuiabá, no sábado (31), às 20h, no Beira Rio.

Tabu mantido

O resultado mantém um tabu em pé. A última vez que o Furacão foi derrotado pelo Colorado, na Arena da Baixada, foi em 2014, pela 23ª rodada da Série A. Na ocasião, o atacante Rafael Moura fez o gol da vitória gaúcha.

ATHLETICO 2 X 1 INTERNACIONAL

O primeiro tempo começou sem grandes emoções, com as duas equipes se estudando. O Athletico não conseguia impor seu ritmo de sempre, quando joga em casa. Para piorar, o Furacão ainda perdeu Matheus Babi logo aos dez minutos de jogo. O atacante fez uma falta em Caio Vidal e se lesionou, tendo que ser substituído por Renato Kayzer.

A primeira grande oportunidade foi apenas aos 21 minutos. David Terans recebeu passe de Christian e finalizou. O chute passou perto da trave esquerda do goleiro Daniel.

O Internacional demorou para entrar na partida. A primeira chance do Colorado foi apenas aos 30. Edenílson cruzou para Caio Vidal, que de frente para Bento, cabeceou para fora.

Como quem não faz, toma, a resposta do Athletico foi fatal. Aos 36, David Terans cobrou falta da entrada da área. A bola foi morrer no ângulo do goleiro Daniel, que apenas ficou olhando.

Créditos: Furacão Live/Goleada Info)

O Internacional até conseguiu chegar ao empate, aos 40, quando Caio Vidal fez bela jogada individual e chutou de longe. A bola foi no ângulo de Bento. No entanto, após análise do VAR, o lance foi invalidado por falta em Vitinho, no início da jogada.

Houve muita reclamação por parte dos jogadores do Colorado, que sentiu o baque, e viu o Furacão ampliar o marcador aos 47, com Vitinho, que aproveitou sobra de bola e mandou um balaço, indefensável para o arqueiro gaúcho.

O Internacional começou a segunda etapa em cima, e teve uma bola na trave, após finalização de Boschilia, aos dois minutos. O Athletico respondeu aos dez, com Nikão, que finalizou de longe, obrigando Daniel a espalmar para escanteio.

Quando parecia que o jogo estava controlado, o time gaúcho voltou para a partida. Aos 19, a bola bateu na mão de Nicolas, dentro da área. Pênalti, que Edenílson cobrou, sem chances para Bento.

Após o gol, o Internacional se lançou ao ataque, em busca do empate, obrigando o técnico António Oliveira a fazer mudanças para segurar o resultado. A estratégia deu certo, e o Athletico conseguiu segurar o ímpeto do Colorado, garantindo a importante vitória por 2 a 1.

Ficha Técnica

Campeonato Brasileiro Série A
Décima terceira rodada

Athletico: Bento; Marcinho (Khellven 2ºT/37″), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nicolas; Christian (Erick 2ºT/37″), Léo Cittadini e David Terans (Fernando Canesin 2ºT/33″); Nikão, Vitinho (Zé Ivaldo 2ºT/37″) e Matheus Babi (Renato Kayzer 1ºT/12″)
Técnico: António Oliveira
Gols: David Terans (1ºT/36″); Vitinho (1ºT/47″)
Cartões amarelos: Matheus Babi (1ºT/08″); Vitinho (1ºT/13″); Bento (2ºT/33″); Renato Kayzer (2ºT/42″)

Internacional: Daniel; Heitor, Bruno Méndez, Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenilson, Boschilia (Juan Cuesta 2ºT/28″) e Mauricio (Thiago Galhardo 2ºT/14″); Yuri Alberto (Vinícius Mello 2ºT/39″) e Caio Vidal (Palacios 2ºT/14″)
Técnico: Diego Aguirre
Gols: Edenílson (2ºT/19″)
Cartões amarelos: Thiago Galhardo (1ºT/42″); Diego Aguirre (1ºT/42″); Yuri Alberto (2ºT/20″); Boschilia (2ºT/26″)

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 25/07/2021
Horário:
 18h15
Árbitro: Thiago Luis Scarascati (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (BA)
Árbitro de vídeo: Jose Claudio Rocha Filho (SP)