Notícias

Asilo sob intervenção será municipalizado, afirma Prefeitura de Maringá

No início de julho, a Justiça já havia afastado a direção do Asilo São Vicente de Paulo após indícios de irregularidades

Renan
Renan Vallim / Repórter com informações da PMM
Asilo sob intervenção será municipalizado, afirma Prefeitura de Maringá
Local já está sob intervenção do município (Foto: Reprodução / RIC Record TV Maringá)

28 de agosto de 2021 - 11:32 - Atualizado em 28 de agosto de 2021 - 11:48

Em um comunicado divulgado na manhã deste sábado (28), a Prefeitura de Maringá afirma que irá municipalizar o Asilo São Vicente de Paulo, após a instituição que mantinha o local não manifestou interesse em seguir na gestão. O local já está sob intervenção do município.

De acordo com o comunicado da prefeitura, “o município de Maringá assume integralmente o atendimento e será responsável pela sua manutenção, equipes de trabalho, dentre outras ações“. Com isso, a Sociedade São Vicente de Paulo, que já estava afastada da gestão da unidade pela Justiça, não irá retornar à administração do asilo.

No início de julho, a Justiça afastou a direção do Asilo São Vicente de Paulo após indícios de irregularidades. De acordo com o Ministério Público do Paraná (MP-PR), 60 idosos e 12 funcionários da instituição foram diagnosticados com a Covid-19, após um surto da doença. Sete idosos morreram.

A Vigilância Sanitária também inspecionou o local e identificou armazenamento inadequado de alimentos, falta de desinfecção de ambientes e pouca ventilação na área administrativa. Havia ainda denúncias de que a instituição estava retendo benefícios dos idosos e mantendo medicamentos vencidos.

Interventora

Cerca de uma semana depois, a Prefeitura de Maringá confirmou o nome da servidora Lindamir Schiavon Ganassin como interventora do Asilo São Vicente de Paulo. Antes disso, ela atuava como gerente da Pessoa Idosa de Maringá. No processo de intervenção, o servidor Eduardo Antônio da Silva foi designado como assistente financeiro da entidade.

“Seguindo planejamento, foi formada uma equipe técnica com a recontratação, por meio de uma empresa terceirizada, de trabalhadores que haviam sido demitidos da instituição e que têm experiência e bons serviços prestados”, afirmou o comunicado da Prefeitura.

“A equipe interventora vai entregar relatório minucioso para os órgãos do poder judiciário apresentando a realidade que encontrou no Asilo São Vicente de Paulo. O conteúdo, por ser sigiloso, não será divulgado”, encerrou o texto divulgado neste sábado.