Notícias

Artista curitibano é detido em Brasília por se apresentar nu

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

19 de julho de 2017 - 00:00 - Atualizado em 19 de julho de 2017 - 00:00

Apresentação acontecia em frente ao Museu Nacional (Foto: Faetusa Tezelli/Divulgação)

Artista teve que assinar Termo Circunstanciado por se apresentar nu em frente a museu

O artista curitibano Maikon K foi preso na última semana em Brasília, durante uma performance artística que acontecia em frente ao Museu Nacional da República. A apresentação fazia parte da programação do evento Palco Giratório, mostra teatral promovida pelo Serviço Social do Comércio (Sesc).

Maikon foi acusado de ato obsceno por estar se apresentando nu em praça pública. Ele foi encaminhado para a delegacia e precisou assinar um termo circunstanciado.

A performance leva o título de ‘DNA de DAN’ e já foi apresentada mais de 40 vezes em diversas cidades do País. Durante a peça, o artista fica dentro de uma bolha de plástico com o corpo coberto por um líquido que resseca e descasca aos poucos ao longo dos movimentos e com a respiração.

A Polícia Militar rasgou o cenário de bolha e imobilizou Maikon pelo braço. Em seguida ele foi ele foi colocado na parte traseira de uma viatura e levado à delegacia.

A PM do Distrito Federal disse em nota que os agentes receberam reclamações de pessoas que passeavam pela praça sobre a presença de um homem nu. Eles foram informados de que se tratava de uma exposição de arte, mas “como não foi apresentada nenhuma documentação /autorização do museu tampouco da Administração de Brasília, foi determinada a paralisação da referida exposição e foi dada voz de prisão ao elemento nu”

“No local não havia nenhuma estrutura que pudesse impedir a aproximação de crianças, o que revoltou algumas famílias que aproveitavam o dia ao lado de crianças para conhecer os monumentos de Brasília e que ficaram surpresas ao presenciar o ato obsceno”, afirmou a corporação.

“Apresentações desta natureza não são recomendadas para menores de idade, logo deveria ter sido realizada em um ambiente fechado ou controlado. A Polícia Militar ainda informa que apoia todos os eventos culturais da cidade, proporcionando segurança para que eles ocorram.”

Desculpas do governador

O artista recebeu um pedido de desculpas públicas do governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg. “O governo de Brasília destaca a importância da cultura. Rollemberg e [o secretário de Cultura, Guilherme] Reis lembram que a cultura é sempre bem-vinda à capital da república e lamentam o desconforto causado ao artista, pois o governo acredita, apoia e incentiva a livre manifestação artística”, afirmou em nota, na noite de domingo (16).

Assista a um vídeo da performance:

Veja também:

Palhaço é detido durante apresentação de rua em Cascavel

Idoso é flagrado filmando embaixo de saias de mulheres em shopping