Notícias

Aras defende direito de minorias durante cerimônia de posse como novo PGR

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

26 de setembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 26 de setembro de 2019 - 00:00

Ao lado do presidente Jair Bolsonaro, o novo procurador-geral da República, Augusto Aras, citou a defesa de minorias como uma das prioridades na atuação da PGR. Segundo ele, a instituição deve “induzir políticas públicas”, e não gerir, julgar ou legislar.

Aras destacou que a missão da PGR deve ser a de “induzir políticas públicas, econômicas, sociais, de defesas das minorias”. “E, acima de tudo, que tudo se faça com respeito à dignidade da pessoa humana. Esse é meu compromisso”, disse nesta quinta-feira, 26.

Em agosto, o presidente Jair Bolsonaro defendeu que queria para o comando do Ministério Público alguém que não tratasse as minorias de “forma xiita”. Também disse que buscava alguém para o posto que soubesse “tratar minorias como minorias” e que entendesse que “as leis têm que ser feitas para a maioria e não para as minorias”.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.