Inova Mais

Apple registra lucros de 29% em relação ao ano anterior sem vender mais aparelhos

Gledson
Gledson James
Apple registra lucros de 29% em relação ao ano anterior sem vender mais aparelhos

6 de novembro de 2018 - 00:00 - Atualizado em 15 de setembro de 2020 - 07:46

Apple divulgou seus dados do último trimestre de 2018. Neles é possível ver que a venda por produtos não subiu nem 0%, entretanto, a empresa registra recordes de lucros em diversos produtos.

Não é novidade que a gigante tem um dos produtos mais caros do mercado, seu último iPhone bateu a marca de 10 mil reais no Brasil. Esse valor expressivo não se dá apenas aqui no país, mesmo nos EUA o valor pago pelos produtos da empresa são muito acima das concorrentes.

De acordo com o site Mundo Conectado, os iPhones correspondem a maior faixa de lucro da empresa, seguida dos Macs. Apesar dos iPads terem uma queda de venda e nos lucros, eles aparecem em terceiro lugar. Serviços e produtos são as menores fontes de renda da empresa.

Apesar dos iPads terem caído 7% e a venda de iPhones continuarem com o mesmo número de 2017, a empresa lucrou 29% a mais que o mesmo trimestre do ano passado, isso significa que o lucro foi de US$28,8 bilhões.

Os lucros obtidos com a venda do iPhone 8, 8 Plus, X, Xs e Xs Max bateram recorde nos últimos três meses. As contas foram encerradas dia 29 de setembro e o iPhone XR ainda não estava sendo comercializado, portanto não entrou para a contagem.

O iPhone teve mais reconhecimento internacional também. Países como China, Japão e Vietnã fizeram com que a empresa tivesse um crescimento de 20% no mercado internacional.

Os Macs também bateram recorde histórico, com crescimento de 10% em mercados internacionais como América Latina, Europa Central e Oriente Médio. Hoje a Apple está com maior número de Macs ativos em toda a história.

Já a categoria “serviços” cresceu 27%, tendo destaque para o Apple Pay. Os demais produtos como Apple Watch, AirPods, e principalmente a Apple TV, tiveram crescimento de 50% no último trimestre.

A Apple prevê para o próximo trimestre ainda mais êxito. Os valores revelados para a meta é de US$88,3 bilhões de lucro, algo ainda inédito para a empresa, já que esse valor ainda não foi alcançado em nenhum ano de existência da marca.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.