Notícias

Apple lança iPhone 11

Gledson
Gledson James

18 de outubro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 18 de outubro de 2019 - 00:00

 

Novo iPhone 11 começa a ser vendido hoje no Brasil por R$ 4.499 . É a primeira vez que um iPhone é lançado mais barato que a sua versão anterior. O iPhone 11 Pro poderá inicia com R$ 6.299,10 e o iPhone Pro Max por R$ 6.839,10.

Apesar de ainda custar caro, o novo modelo é lançado mais barato que o iPhone XS e XS Max que entrou no mercado batendo todos os recordes de preço. Essa “diminuição” de valor tem dois fatores principais, sendo que o primeiro é a dificuldade em convencer o cliente, mesmo os mais aficionados da marca a trocarem de aparelhos todos os anos. As pessoas estão cada vez mais tempo com os mesmos aparelhos e não veem mais a necessidade de estar ” na moda”.

Obviamente que o preço é a razão principal, mas a própria durabilidade e pequenas diferenças de um modelo para o outro não tem atraído tanto versus o custo de um investimento caríssimo.  O modelo de perfil dos novos usuários, com um público mais jovem menos consumista e tendo seus olhos com a visão de quanto menos consumo mais proteção a natureza e emissão de CO2 também contribui para menos compras.

Outro fator e não menos importante são as concorrentes Samsung e a Chinesa Huawei que vendem cada vez mais, melhor e barato, atraindo o mercado consumidor do mundo e do Brasil.

Com isso a Apple tem apostado na manutenção de seu faturamento em acessórios como os AirPods (fones sem fio que ficam grudados na orelha) e o Apple TV (como se fosse um concorrente do Netflix).

A grande novidade no iPhone 11 é a câmera dupla com modo noturno. O chip duplo se mantém, mas ainda enfrenta no Brasil alguns problemas de funcionamento nas operadoras de telefonia, pois o segundo chip (eSIM) é um chip eletrônico embarcado no próprio aparelhos, mas precisa ser configurado na rede das operadoras de telefonia que estão se adaptando.