Notícias

Anvisa faz exigências em análise de pedido de testes com vacina Versamune

Reuters
Reuters
Anvisa faz exigências em análise de pedido de testes com vacina Versamune
Entrada da sede da Anvisa em Brasília

28 de março de 2021 - 13:39 - Atualizado em 28 de março de 2021 - 13:40

Por Eduardo Simões

SÃO PAULO (Reuters) – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária informou neste domingo que fez exigências à Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP) no processo de análise do pedido para realização de testes clínicos de Fases 1 e 2 da potencial vacina contra Covid-19 Versamune.

“As exigências não suspendem a análise das demais informações apresentadas pelas desenvolvedoras da vacina”, disse o órgão regulador em nota, sem entrar em detalhes sobre as exigências feitas.

A Versamune está sendo desenvolvida em parceria entre a Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP, a empresa brasileira Farmacore e a norte-americana PDS Biotechnology.

O pedido de autorização para os testes em Fases 1 e 2, nas quais são testadas a segurança e a resposta imune induzida pela vacina em um número reduzido de voluntários, foi entregue à Anvisa na última quinta-feira, disse a agência.

A Versamune conta com apoio do governo federal e o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, afirmou na sexta-feira que os ensaios clínicos de Fases 1 e 2 serão realizados com 360 pessoas, ao longo de cerca de três meses.

Posteriormente, serão realizados os ensaios clínicos de Fase 3, com número de voluntários de 20 mil a 30 mil, para testar a eficácia da vacina, de acordo com o ministro.

Para a realização da Fase 3 é necessária uma nova autorização da Anvisa.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH2R0DU-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.