Notícias

Anvisa autoriza estudo para medir eficácia de 3ª dose de vacina da AstraZeneca contra Covid

Reuters
Reuters
Anvisa autoriza estudo para medir eficácia de 3ª dose de vacina da AstraZeneca contra Covid
Profissional de saúde aplica vacina da AstraZeneca contra Covid-19 em Duque de Caxias

19 de julho de 2021 - 09:03 - Atualizado em 19 de julho de 2021 - 09:05

Por Eduardo Simões

SÃO PAULO (Reuters) – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou nesta segunda-feira a realização de um estudo para medir a segurança e a eficácia de uma terceira dose da vacina contra Covid-19 da AstraZeneca, informou o órgão regulador em nota.

De acordo com a Anvisa, o estudo, patrocinado pela AstraZeneca, será feito com os participantes da pesquisa inicial que receberam as duas doses da vacina com um intervalo de quatro semanas entre elas. A terceira dose será aplicada entre 11 e 13 meses após a segunda dose.

O estudo será feito somente no Brasil com 10 mil voluntários na Bahia, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte e São Paulo, segundo nota da Anvisa.

A agência também informou que autorizou estudo clínico para avaliar a segurança e eficácia do medicamento Proxalutamida na redução da infecção viral causada pelo novo coronavírus e no processo inflamatório provocado pela Covid-19.

Este estudo será feito em participantes ambulatoriais do sexo masculino com Covid-19 leve a moderada e é patrocinado pela empresa chinesa Suzhou Kintor Pharmaceuticals.

A pesquisa será realizada na Alemanha, Argentina, África do Sul, Ucrânia, México, Estados Unidos e no Brasil, onde participarão 12 voluntários no Estado de Roraima e outros 38 em São Paulo.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH6I0KA-BASEIMAGE