Notícias

Amigos falam do socorro ao torcedor do Grêmio Gustavo Pavanatto

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

7 de novembro de 2018 - 00:00 - Atualizado em 7 de novembro de 2018 - 00:00

Torcedor do Grêmio foi morto a tiros após assistir a partida da Libertadores (Reprodução)

Gustavo estava com amigos na rua João Bettega onde assistia a semifinal da Libertadores, entre Grêmio e River Plate.

Uma semana depois da morte do torcedor do Grêmio Gustavo Pavanatto e vice-cônsul do time na capital paranaense, amigos que acompanharam a partida do Tricolor Gaúcho no bairro Portão, em Curitiba, ao lado da vítima, pedem justiça.

Torcedor do Grêmio morto a tiros

Bacharel em Direito, Gustavo estava com amigos na rua João Bettega onde assistia a semifinal da Libertadores, entre Grêmio e River Plate.

Na hora de ir embora, o torcedor do Grêmio teria sido vítima de uma tocaia ao pagar uma gorjeta ao guardador de carros. Um homem encapuzado teria saído de trás de uma árvore e efetuado disparos contra ele.

O gremista Gustavo Pavanatto chegou a ser socorrido por amigos torcedores ao Hospital do Trabalhador, mas não resistiu aos ferimentos.

Um amigo conta que o socorro demorou e Gustavo foi levado no próprio carro, carregado no colo após levar cinco tiros.

Assista à reportagem sobre a morte do torcedor do Grêmio:

A repórter Taís Santana, da RICTV Curitiba, traz os detalhes.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.