Agronegócio

Vendas de soja 2020/21 da Argentina alcançam 21,8 mi t, diz o governo

Reuters
Reuters

16 de junho de 2021 - 17:45 - Atualizado em 16 de junho de 2021 - 17:50

BUENOS AIRES (Reuters) – Os agricultores da Argentina venderam 21,8 milhões de toneladas de soja da recém-colhida temporada 2020/21, após negócios serem fechados na última semana para 853,5 mil toneladas, disse o Ministério da Agricultura nesta quarta-feira, em relatório com informações atualizada até 9 de junho.

O ritmo das vendas de soja da Argentina está mais lento que no ano anterior, quando nesta época da safra já haviam 25,3 milhões de toneladas da oleaginosa vendidas, de acordo com dados oficiais.

A expectativa para a safra de soja de 2020/21 da Argentina é de 43,5 milhões de toneladas, de acordo com Bolsa de Cereais de Buenos Aires, versus 49 milhões de toneladas estimados para o ciclo 2019/20.

O país é o maior exportador de farelo de soja usado para alimentação de gado e precisa de dólares provenientes da exportação para reabastecer as reservas de moeda estrangeira no banco central, em meio a tensões por uma recessão de três anos exacerbada pela alta inflação e pela pandemia do coronavírus.

Os produtores argentinos também estão colhendo milho da temporada 2020/21. O ministério afirmou em relatório que foram registradas 30,2 milhões de toneladas vendidas da safra de milho desta temporada até o momento, totalizando 3 milhões de toneladas a mais ante o mesmo período do ciclo anterior.

(Reportagem de Agustin Geist, texto de Hugh Bronstein)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.