Agronegócio

Vendas de café da safra 2020 do Brasil seguem acima da média de 5 anos, diz Safras

Reuters
Reuters

15 de outubro de 2020 - 12:42 - Atualizado em 15 de outubro de 2020 - 12:45

Por Marcelo Teixeira

(Reuters) – Produtores de café do Brasil venderam antecipadamente 64% da safra 2020 até 13 de outubro, em ritmo acima do registrado no mesmo período de 2019 e também superando a média dos últimos cinco anos, disse a consultoria Safras & Mercado nesta quinta-feira.

Nos últimos cinco anos, a média de vendas por produtores em meados de outubro vinha sendo de 53% do total.

As vendas de produtos agrícolas no Brasil geralmente estão maiores em 2020 do que em anos recentes devido à significativa depreciação do real, que perdeu quase 40% do valor contra o dólar norte-americano este ano.

A desvalorização da moeda brasileira aumenta a receita em reais dos produtores com vendas de commodities denominadas em dólares.

Mas o analista de café da Safras, Gil Barabach, disse que as vendas desaceleraram nos últimos dias devido à queda dos preços em Nova York e porque operadores e exportadores já fizeram compras significativas da safra recorde do país.

A consultoria estima a safra de café do Brasil em 68,1 milhões de sacas de 60kg, em linha com pesquisa da Reuters, mas acima da estimativa oficial da estatal Conab, de 61,6 milhões de sacas.