Agronegócio

USDA aponta plantio de soja e milho dos EUA abaixo do esperado; preços disparam

Reuters
Reuters

31 de março de 2021 - 15:06 - Atualizado em 31 de março de 2021 - 15:10

CHICAGO (Reuters) – As estimativas de plantio de soja e milho dos Estados Unidos, divulgadas pelo governo norte-americano nesta quarta-feira, vieram abaixo das expectativas, o que fez com que os preços futuros de ambas as commodities subissem acentuadamente.

Uma área cultivada inferior ao esperado para as duas principais safras dos EUA provavelmente aumentará as preocupações sobre a oferta global de alimentos e de ração animal, depois que importadores e processadores aumentaram a demanda no início deste ano.

Os agricultores dos EUA planejam semear 91,14 milhões de acres (36,885 milhões de hectares) com milho este ano, a maior área desde 2016, porém abaixo dos 93,208 milhões de acre previstos pelo mercado, conforme a média de estimativas coletadas em uma pesquisa pela Reuters.

Para a soja, os norte-americanos devem plantar 87,6 milhões de acres com soja, uma máxima desde 2018, mas também inferior à expectativa que apontava para 89,996 milhões de acres.

Após a divulgação da primeira projeção oficial do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) para a safra 2021, os contratos futuros da soja atingiram limite de alta de 70 centavos de dólar por bushel. Os preços do milho também dispararam para o limite de alta de 25 centavos.

“Simplesmente não podemos pagar esse número de área de grãos”, disse Jim Gerlach, presidente da corretora americana A/ C Trading. “Temos que tirar alguns acres de uma cartola em algum lugar”, acrescentou.

Já as intenções de plantio de trigo alcançaram 46,358 milhões de acres, ante uma estimativa do mercado de 44,971 milhões de acres.

Em um relatório separado, o USDA disse que os estoques de soja em 1º de março caíram para o nível mais baixo em cinco anos, enquanto os estoques de milho atingiram o menor patamar em sete anos.

A agência entrevistou cerca de 8.300 instalações comerciais de grãos e cerca de 78.900 agricultores na última estimativa baseada em pesquisa de suprimentos antes da temporada de plantio da primavera.

Os estoques de soja dentro e fora da fazenda foram estimados em 1,564 bilhões de bushels em 1º de março, ante 2,255 bilhões no mesmo ponto do ano passado, disse o USDA em um relatório trimestral de estoques de grãos. Os estoques de milho estavam estimados em 7,701 bilhões de bushels, abaixo dos 7,952 bilhões do ano anterior.

Os analistas consultados antes do relatório esperavam os estoques de soja, em média, em 1,534 bilhões de bushels e os estoques de milho em 7,767 bilhões de bushels.

(Reportagem de Karl Plume, Tom Polansek e Julie Ingwersen em Chicago)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.