Agronegócio

Trigo fecha em forte alta com preocupações por clima nos EUA, soja e milho recuam

Reuters
Reuters

23 de junho de 2021 - 19:25 - Atualizado em 23 de junho de 2021 - 19:30

Por Mark Weinraub

CHICAGO (Reuters) – Os contratos futuros do trigo dos Estados Unidos avançaram nesta quarta-feira impulsionados por ganhos do cereal de primavera negociado em Mineápolis, indicando preocupações de que a seca nas principais áreas de produção das Planícies do norte dos EUA e Canadá possa limitar o tamanho das safras.

Os futuros da soja fecharam em queda com melhoria das perspectivas da safra do Meio-Oeste dos EUA pesando as notícias de nova venda de exportação para China.

“A safra de trigo de primavera está em más condições, e a previsão deixa a safra em grande alta e seca em ambos os lados da fronteira”, afirmou Arlan Suderman, economista chefe de commodities na StoneX, em nota ao cliente.

O trigo de primavera para entrega em setembro negociado em Mineápolis fechou em alta de 19,50 centavos de dólar, para 8,0225 dólares o bushel.

Já no trigo vermelho soft de inverno para setembro negociado em Chicago, o contrato mais ativo, que acompanha a safra sendo colhida no Meio-Oeste do oriente, fechou em alta de 8,75 centavos de dólar, para 6,6375 dólares o bushel.

A soja para novembro fechou em queda de 2 centavos de dólar, para 13,0025 dólares o bushel.

O milho para dezembro perdeu 3,25 centavos de dólar, a 5,3575 o bushel.

O contrato do primeiro mês de milho para julho fechou em alta de 4,50 centavos de dólar, para 6,6425 o bushel, após encontrar apoio técnico em sua média móvel de 50 dias.

(Gus Trompiz e Colin Packham)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.