Agronegócio

Trigo cai 3% em Chicago; soja e milho também recuam antes de feriado nos EUA

Reuters
Reuters

25 de novembro de 2020 - 19:24 - Atualizado em 25 de novembro de 2020 - 19:25

Por Julie Ingwersen

CHICAGO (Reuters) – Os contratos futuros do trigo negociados em Chicago recuaram mais de 3% nesta quarta-feira, com milho e soja também operando em queda, em meio a realizações de lucros após as máximas recentes atingidas pelos três mercados e antes do feriado de Ação de Graças nos Estados Unidos, disseram analistas.

O contrato março do trigo fechou em queda de 21 centavos de dólar, a 5,9650 dólares por bushel, passando a cair após tocar uma máxima de três semanas no início da sessão, a 6,2275 dólares.

No mês passado, o vencimento mais ativo do trigo na bolsa de Chicago se aproximou de uma máxima de seis anos, a 6,3825 dólares, à medida que condições de seca em partes da Rússia e dos EUA geravam preocupações com a oferta.

Mas o clima na primavera (do Hemisfério Norte) costuma ser mais importante para determinar o tamanho da safra, e na ausência de novas notícias que deem suporte ao mercado, operadores optaram por abocanhar lucros nesta quarta.

“A maioria das coisas relacionadas ao trigo já é conhecida. Não há muitas notícias novas”, disse Don Roose, presidente da U.S. Commodities.

Soja e milho também recuaram na bolsa de Chicago. A referência da soja cedeu 7,25 centavos, para 11,84 dólares o bushel, afastando-se da máxima de quatro anos (12 dólares) vista na segunda-feira, e o milho teve queda de 5 centavos, a 4,2750 dólares/bushel.

(Reportagem adicional de Gus Trompiz, em Paris, e Naveen Thukral, em Cingapura)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.