Agronegócio

Strategie Grains mantém previsão para safra de trigo da UE apesar de corte na França

Reuters
Reuters

13 de maio de 2021 - 17:01 - Atualizado em 13 de maio de 2021 - 17:05

PARIS (Reuters) – A consultoria Strategie Grains manteve inalterada sua previsão mensal para a produção de trigo soft da União Europeia neste ano, com uma redução relacionada ao clima na França sendo compensada por perspectivas favoráveis no sudeste do bloco.

A empresa francesa ainda espera que os 27 países da UE produzam 129,6 milhões de toneladas de trigo soft, alta de 8,5% em relação ao total do ano passado, de 119,4 milhões, afirmou a consultoria em um relatório sobre cereais nesta quinta-feira.

A produção estimada na França, maior produtora e exportadora de trigo na UE, foi reduzida em 0,5 milhão de toneladas, para 36,1 milhões de toneladas, levando em consideração a falta de chuvas e os danos causados por geadas, segundo a Strategie Grains.

Um início de primavera seco (no Hemisfério Norte) e as geadas registradas em abril prejudicaram as condições de produção de cereais na França, apesar da expectativa de que as chuvas das últimas duas semanas aliviem o estresse da safra.

Como outros monitores de colheitas, a Strategie Grains ainda espera que a produção francesa se recupere da safra do ano passado, de 29,2 milhões de toneladas.

Condições de campo muito positivas levaram a companhia a elevar sua projeção para as safras de trigo de países do sudeste da UE, como a Romênia.

Além disso, a empresa reiterou que a colheita maior da UE deve gerar uma recuperação nos estoques do trigo soft em 2021/22, com expectativas de que a competição de outros países limite as exportações da UE a nível próximo ao da atual temporada, estimado em 27,5 milhões de toneladas.

(Reportagem de Gus Trompiz)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.