Agronegócio

Sovecon corta previsão da safra de trigo da Rússia

Reuters
Reuters

18 de fevereiro de 2021 - 11:53 - Atualizado em 18 de fevereiro de 2021 - 11:55

MOSCOU (Reuters) – A consultoria agrícola russa Sovecon informou nesta quinta-feira que rebaixou sua previsão para a safra de trigo da Rússia de 2021 de 77,7 milhões de toneladas para 76,2 milhões de toneladas, devido às condições climáticas desfavoráveis ​​e impostos de exportação que logo devem entrar em vigor.

“A Rússia poderia produzir uma safra de trigo substancialmente mais baixa em 2021. O principal problema é que as plantas entraram no inverno atual na pior condição em uma década após um outono anormalmente seco. Janeiro foi favorável de forma geral para a nova safra de trigo de inverno, mas o clima de fevereiro não é”, disse.

A Rússia, um dos maiores exportadores de trigo do mundo, produziu 85,9 milhões de toneladas de trigo em 2020.

A estimativa da Sovecon da produção de trigo de inverno deste ano foi reduzida em 400 mil toneladas, para 53,6 milhões de toneladas, disse a empresa em uma nota.

“O rebaixamento reflete alguma deterioração das condições climáticas em fevereiro, a crosta de gelo em partes de Terra Negra e no Vale do Volga está se tornando um problema”, disse Sovecon.

A consultoria também reduziu sua estimativa de safra de trigo na primavera em 1 milhão de toneladas para 22,6 milhões de toneladas, uma vez que espera que os agricultores cortem as áreas de plantio antes de um imposto de exportação cuja fórmula a Rússia planeja implementar em 2 de junho.

A consultoria acrescentou que poderia reduzir ainda mais sua previsão para o trigo da primavera depois que mais detalhes sobre os planos dos produtores para esta primavera ficarem claros.

Alguns agricultores tentarão mudar do trigo para outras culturas, principalmente sementes oleaginosas e leguminosas, disse

(Por Polina Devitt)

((Tradução Redação São Paulo 55 11 56447751))REUTERS RS

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.