Agronegócio

Soja avança pelo segundo dia em Chicago após relatório de condições da safra dos EUA

Reuters
Reuters
Soja avança pelo segundo dia em Chicago após relatório de condições da safra dos EUA
Grãos de soja em Rio Verde (GO)

27 de julho de 2021 - 19:34 - Atualizado em 27 de julho de 2021 - 19:35

Por Stephanie Kelly

NOVA YORK (Reuters) – A soja negociada em Chicago avançou pela segunda sessão consecutiva nesta terça-feira, depois que um relatório semanal do governo dos Estados Unidos mostrou que as condições da safra do país se deterioraram inesperadamente na última semana.

Milho e trigo recuaram com traders realizando lucros, após os preços aumentarem na sessão.

“Houve realização de lucros que empurrou o mercado (de milho e trigo) para baixo, depois de subir durante o overnight”, disse Brian Hoops, analista de mercado sênior da Midwest Market Solutions.

O contrato mais ativo da soja fechou em alta de 1,75 centavo de dólar, a 13,5950 dólares por bushel.

O milho recuou 0,5 centavo de dólar, para 5,4625 dólares por bushel. O trigo fechou em queda de 2,5 cents, em 6,7450 dólares por bushel, recuando pela quarta sessão consecutiva.

As safras do milho e soja dos EUA se deterioraram na última semana diante da seca em áreas produtores no oeste do Rio Mississippi, disse o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA, na sigla em inglês) na segunda-feira.

O USDA afirmou que as avaliações de bom a excelente para o milho recuaram 1 ponto percentual, para 64% na semana encerrada em 25 de julho, abaixo das expectativas do mercado.

A safra de soja foi avaliada em 58% de bom a excelente, 2 pontos percentuais abaixo da semana anterior e atrás das projeções do mercado.

(Por Stephanie Kelly em Nova York; reportagem adicional de Naveen Thukral em Cingapura e Sybille de La Hamaide em Paris)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH6Q1GF-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.