Agronegócio

Soja avança em Chicago com novas exportações dos EUA e seca no Brasil

Reuters
Reuters

14 de outubro de 2020 - 16:58 - Atualizado em 14 de outubro de 2020 - 17:00

Por Christopher Walljasper

CHICAGO (Reuters) – Os contratos futuros da soja negociados em Chicago avançaram nesta quarta-feira, apoiados por novas exportações dos Estados Unidos e pela seca no Brasil, disseram operadores.

Os futuros do milho e trigo também terminaram o dia em território positivo, mesmo com os mercados digerindo indicadores conflitantes.

O contrato mais ativo da soja fechou em alta de 12,25 centavos de dólar, a 10,5625 dólares por bushel. O milho avançou 5,25 centavos, para 3,9650 dólares o bushel, e o trigo subiu 2,75 centavos, a 5,9675 dólares/bushel.

Novas vendas de soja dos EUA para exportação foram relatadas, em momento em que a colheita no país avança.

Na manhã desta quarta-feira, o governo norte-americano anunciou vendas de 264 mil toneladas para a China.

“Tem havido muitas vendas por produtores”, disse Joe Vaclavik, presidente da Standard Grain. “Acho notável que o mercado esteja se segurando tão bem”.

No Brasil, enquanto isso, as chuvas têm se mantido irregulares, ameaçando o plantio da safra de soja do país, segundo especialistas do setor.

(Reportagem adicional de Naveen Thukral e Sybille de La Hamaide)