Agronegócio

Sinograin vê produção de algodão da China em 5,95 mi t em 2020/21, diz Xinhua

Reuters
Reuters

24 de março de 2021 - 16:56 - Atualizado em 24 de março de 2021 - 17:00

(Reuters) – A Sinograin acredita que a produção de algodão da China totalizará 5,95 milhões de toneladas em 2020/21, disse nesta quarta-feira a agência oficial de notícias Xinhua.

O número é levemente superior à estimativa divulgada no início deste mês pelo Ministério da Agricultura do país, que apontava a produção no período setembro-agosto em 5,91 milhões de toneladas, e também fica acima da marca de 5,8 milhões de toneladas atingida em 2019/20.

Com a demanda total por algodão na China projetada em 7,8 milhões de toneladas em 2020/21, haverá um déficit anual de oferta de cerca de 1,85 milhão de toneladas, disse a Xinhua na plataforma de mídia social Weibo, citando a Sinograin.

A China, grande consumidora da fibra, “expandiu seus canais de importação e fortaleceu a cooperação com importantes países produtores de algodão, como Brasil e Índia, para garantir estabilidade à cadeia de suprimento doméstica”, acrescentou a agência.

A produção de algodão de Xinjiang, que foi alvo de veto pelos Estados Unidos em meio a acusações de trabalho forçado –que são negadas por Pequim– foi projetada em 5,2 milhões de toneladas em 2020/21, representando 87% da produção total chinesa, ainda segundo a Xinhua.

(Reportagem de Tom Daly)