Agronegócio

Safra impactada por clima deve reduzir exportação de trigo da França em 40%

Reuters
Reuters

26 de agosto de 2020 - 15:13 - Atualizado em 26 de agosto de 2020 - 15:15

PARIS (Reuters) – Uma forte queda na safra de trigo da França neste ano devido ao clima adverso durante o ciclo reduzirá exportações do maior produtor de grãos da União Europeia em quase 40% em 2020/21, projetou a consultoria Agritel nesta quarta-feira.

Chuvas torrenciais no outono atrapalharam o plantio, enquanto uma primavera seca reduziu a produtividade do trigo na temporada. A Agritel manteve sua estimativa para a colheita da França em 2020 em 29,22 milhões de toneladas, contra 39,5 milhões no ano anterior.

As exportações de trigo devem cair para 13 milhões de toneladas na atual safra 2020/21 (julho a junho), abaixo das 20,9 milhões de toneladas em 2019/20, também impactadas pela falta de competitividade, disse o analista da Agritel Nathan Cordier durante coletiva de imprensa online.

Desse total, a França deve exportar 6,3 milhões de toneladas para fora da União Europeia e do Reino Unido, abaixo do recorde de 13,5 milhões em 2019/20, depois de uma safra abundante, segundo ele.

A China deve permanecer um mercado relevante para o trigo francês nesta temporada, ajudado por disputas comerciais com alguns de seus fornecedores tradicionais, disse Cordier.

Ele estimou as exportações de trigo “soft” da França para o gigante asiático em 1,15 milhão de toneladas em 2020/21, ante um recorde de 1,6 milhão na temporada anterior.

(Por Sybille de La Hamaide)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.