Agronegócio

Rabobank eleva projeção para safra de soja 20/21 do Brasil com chuvas favoráveis

Reuters
Reuters

19 de fevereiro de 2021 - 18:23 - Atualizado em 19 de fevereiro de 2021 - 18:25

Por Nayara Figueiredo

SÃO PAULO (Reuters) – A colheita brasileira de soja deve alcançar 132,5 milhões de toneladas na safra 2020/21, estimou o banco holandês Rabobank à Reuters, ao elevar sua projeção diante de chuvas favoráveis ao desenvolvimento da cultura em diversas regiões produtoras.

No mês passado, a instituição financeira estimava a safra do maior produtor e exportador da oleaginosa no mundo em 131 milhões de toneladas.

“Houve uma alteração na projeção mais recente do Rabobank para a soja… devido às boas chuvas durante os meses de janeiro e fevereiro nas principais áreas produtoras”, disse o banco.

Na mesma linha, a área de plantio da oleaginosa foi revisada ligeiramente e passou de 38,19 milhões de hectares para 38,3 milhões.

Para milho, a perspectiva é que a produção total do Brasil alcance o recorde de 107 milhões de toneladas, em uma área de 19,2 milhões de hectares, cerca de 4,3% acima da semeadura vista no ciclo anterior –em linha com projeção divulgada pelo banco no fim de 2020.

Em novembro, o Rabobank disse que a China deverá importar pela primeira vez 100 milhões de toneladas de soja em um ano-safra, na medida em que amplia compras para recompor seu plantel de suínos afetado por uma doença fatal para porcos, adicionando mais um fator altista para o grão.

Quanto ao milho, a instituição acredita em aumento na área do Brasil independentemente de eventuais dificuldades para se plantar a segunda safra, em meio ao atraso da colheita de soja, considerando que os preços do cereal também atingiram níveis recordes no país.

(Por Nayara Figueiredo)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.