Agronegócio

Previsões de clima do Meio-Oeste impulsionam futuros do milho e da soja dos EUA

Reuters
Reuters

8 de junho de 2021 - 17:22 - Atualizado em 8 de junho de 2021 - 17:25

Por Mark Weinraub

CHICAGO (Reuters) – Os contratos futuros do milho e da soja dos Estados Unidos avançaram nesta terça-feira, após o relatório do governo mostrar que as condições das safras estavam piores do que o esperado, com onda de calor atingindo o Meio-Oeste dos EUA.

“O relatório de progresso da safra de ontem deu muito alimento os altistas”, afirmou Matt Zeller, diretor de informação de mercado da StoneX, em nota a clientes. “Nenhuma mudança até agora nas previsões do clima quente e seco adiante”.

Os futuros do trigo dos EUA estavam sem direção comum, com contratos do trigo de inverno avançando com compra técnicas, enquanto o trigo de primavera recuou pelo segundo dia consecutivo após algumas chuvas no Canadá.

Os futuros da soja negociados em Chicago fecharam em alta de 19,75 centavos de dólar, a 15,80 dólares o bushel, e o milho teve alta de 0,75 centavo, a 6,80 dólares.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês) classificou na segunda-feira 72% da safra de milho dos EUA em condições boa a excelente. Isso representou uma queda de 4 pontos percentuais ante uma semana atrás e abaixo da média estimada em pesquisa da Reuters.

O trigo soft vermelho de inverno em Chicago para julho teve alta de 5 centavos de dólar, em 6,85 dólares.

Porém o trigo de primavera negociado em Mineápolis para entrega para julho teve queda de 13,75 centavos de dólar, a 7,7125 dólares.

(Naveen Thukral e Sybille de La Hamaide)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.