Agronegócio

Preços do petróleo sobem mesmo após Opep+ manter planos de aumento de produção

Reuters
Reuters

27 de abril de 2021 - 17:15 - Atualizado em 27 de abril de 2021 - 17:20

Por Devika Krishna Kumar

NOVA YORK (Reuters) – Os preços do petróleo avançaram nesta terça-feira, após Opep, Rússia e aliados decidirem manter os planos de um leve aumento de produção da commodity a partir de 1º de maio, sugerindo que não enxergam um impacto duradouro sobre a demanda em função da crise do coronavírus na Índia.

A Opep+, como o grupo de países produtores é conhecido, também descartou planos de realizar um encontro ministerial completo na quarta-feira, disseram fontes. Uma reunião técnica na segunda-feira expressou preocupação com o aumento no número de casos de Covid-19, mas manteve inalterada a estimativa para a demanda por petróleo.

O painel decidiu manter as políticas acordadas de maneira ampla na reunião anterior da Opep+, realizada em 1º de abril, disse o vice-primeiro-ministro da Rússia, Alexander Novak, após as negociações.

O petróleo Brent fechou em alta de 0,77 dólar, ou 1,2%, a 66,42 dólares por barril, após tocar uma máxima de 66,51 dólares na sessão. Já o petróleo dos Estados Unidos (WTI) avançou 1,03 dólar, ou 1,7%, para 62,94 dólares o barril.

A Opep+ deve flexibilizar levemente seus cortes de produção de petróleo a partir de 1º de maio, sob um plano acertado antes da disparada da coronavírus na Índia.

“A possibilidade de que o aumento de produção da Opep+ possa estar acompanhando um enfraquecimento da demanda por petróleo na Ásia sugere um possível ponto final para a redução no excedente global de oferta, que tem dado suporte ao complexo ao longo do último ano”, opinou Jim Ritterbusch, presidente da Ritterbusch and Associates.

(Reportagem adicional de Alex Lawler e Aaron Sheldrick)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.