Agronegócio

Preços do petróleo sobem com avanço de vacinação nos EUA e tensões no Oriente Médio

Reuters
Reuters

12 de abril de 2021 - 19:27 - Atualizado em 12 de abril de 2021 - 19:30

Por Stephanie Kelly

NOVA YORK (Reuters) – Os preços do petróleo avançaram nesta segunda-feira, diante do otimismo com o ritmo da vacinação contra o coronavírus nos Estados Unidos e após o movimento iemenita Houthi anunciar um ataque a mísseis a instalações petrolíferas da Arábia Saudita.

Ainda assim, as cotações da commodity têm se mantido em intervalo limitado nas últimas três semanas, à medida que expectativas crescentes com o avanço na atividade econômica norte-americana são compensadas pelo ritmo lento de vacinação na Europa e pela antecipação de ofertas adicionais provenientes do Irã nos próximos meses.

O petróleo Brent fechou em alta de 0,33 dólar, a 63,28 dólares por barril, enquanto o petróleo dos EUA (WTI) avançou 0,38 dólar, para 59,70 dólares o barril.

Os Estados Unidos já concluíram a imunização de 22% de sua população contra o coronavírus, enquanto o Reino Unido vacinou totalmente 11% de sua população, segundo dados compilados pela Reuters. Por outro lado, outros países não apresentam desempenho tão bom, com França e Alemanha tendo vacinado cerca de 6%.

“Hoje os preços do petróleo subiram como resultado do progresso das campanhas de vacinação nos EUA, que está ajudando nos planos de gastos do país”, disse Louise Dickson, analista de mercados de petróleo da Rystad Energy.

“O ímpeto ascendente em outros países é promissor, mas globalmente ainda há grandes discrepâncias”, acrescentou.

Os preços também encontraram suporte após o movimento iemenita Houthi, alinhado ao Irã, afirmar que disparou 17 drones e dois mísseis balísticos contra alvos sauditas, incluindo refinarias da Saudi Aramco em Jubail e Jeddah. Não houve confirmação imediata da Arábia Saudita.

(Reportagem adicional de Bozorgmehr Sharafedin, em Londres, e Aaron Sheldrick, em Tóquio)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.