Agronegócio

Preços do petróleo sobem com perspectivas econômicas e volta lenta de produção nos EUA

Reuters
Reuters

23 de fevereiro de 2021 - 13:17 - Atualizado em 23 de fevereiro de 2021 - 13:20

Por Bozorgmehr Sharafedin

LONDRES (Reuters) – Os preços do petróleo subiam nesta terça-feira, sustentados pela expectativa de alívio em restrições associadas à Covid-19 pelo mundo, perspectivas econômicas positivas e menor oferta nos Estados Unidos, onde a produção tem sido lenta em retornar após impactos de uma onda de frio no Texas que paralisou operações.

O petróleo Brent subia 0,62 dólar, ou 0,95%, a 65,86 dólares por barril, às 8:23 (horário de Brasília). O petróleo dos Estados Unidos avançava 0,55 dólar, ou 0,89%, a 62,25 dólares por barril.

“As notícias sobre vacinas estão ajudando o petróleo, com a provável retirada de restrições de mobilidade ao longo dos próximos meses devido à aplicação das vacinas, que deve impulsionar mais a demanda por petróleo e a recuperação dos preços”, disse o analista do UBS, Giovanni Staunovo.

O analista do Commerzbank Eugen Weinberg disse que algumas projeções bastante otimistas de preços de petróleo também contribuíram para levantar as cotações.

O Goldman Sachs espera que os preços do petróleo Brent subam para 70 dólares por barril no terceiro trimestre.

“Novos casos de Covid-19 estão caindo rapidamente pelo mundo, os dados de mobilidade estão saindo do fundo do poço e começando a melhorar, e em países de fora da OCDE refinarias já têm rodado em ritmo tão forte quanto antes da Covid-19”, disse o Morgan Stanley em nota.

Os preços também foram apoiados por interrupções à produção após uma tempestade de inverno no Texas na semana passada.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.