Agronegócio

Preços do petróleo sobem por otimismo com estímulos antes da posse de Biden

Reuters
Reuters

19 de janeiro de 2021 - 18:04 - Atualizado em 19 de janeiro de 2021 - 18:05

Por Scott DiSavino

NOVA YORK (Reuters) – Os preços do petróleo acompanharam os mercados acionários norte-americanos e avançaram nesta terça-feira, antes da posse de Joe Biden como presidente dos Estados Unidos, por expectativas de que novos estímulos governamentais acabem fazendo com que a economia global volte a crescer.

Os contratos futuros do petróleo Brent para entrega em março fecharam em alta de 1,15 dólar, ou 2,1%, a 55,90 dólares por barril, enquanto o petróleo dos EUA (WTI) avançou 0,62 dólar, ou 1,2%, para 52,98 dólares o barril. O primeiro contrato do WTI, para fevereiro, expira na quarta-feira.

Os principais índices de Wall Street subiram nesta terça, diante de resultados positivos de grandes bancos norte-americanos e de comentários da indicada para secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, antes da posse de Biden, que ocorrerá na quarta-feira.

Yellen pediu para os parlamentares norte-americanos “agirem grande” no próximo pacote de alívio ao coronavírus, acrescentando que os benefícios superam os custos de uma dívida maior.

“À medida que nos aproximamos do início da era Biden no governo dos EUA, agora os operadores têm expectativas de que o pacote de estímulos prometido (de 1,9 trilhão de dólares) tenha um rápido efeito positivo nos mercados”, disse o head de Mercados de Petróleo da Rystad Energy, Bjornar Tonhaugen.

(Reportagem adicional de Shadia Nasralla, em Londres, e Florence Tan, em Cingapura)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.