Agronegócio

Preços do petróleo sobem com esperanças de postergação em aumento de oferta da Opep+

Reuters
Reuters

18 de novembro de 2020 - 13:39 - Atualizado em 18 de novembro de 2020 - 13:40

Por Ahmad Ghaddar

LONDRES (Reuters) – Os preços do petróleo se firmaram nesta quarta-feira, com esperanças de que o grupo de produtores Opep e seus aliados possam postergar um planejado aumento da oferta, o que compensou um aumento além do previsto em estoques nos Estados Unidos.

O petróleo Brent subia 0,38 dólar, ou 0,87%, a 44,13 dólares por barril, às 8:36 (horário de Brasília). O petróleo dos Estados Unidos avançava 0,32 dólar, ou 0,77%, a 41,75 dólares por barril.

“Os preços do petróleo estão subindo modestamente hoje por expectativas de que a Opep+ vá decidir adiar o aumento de produção previsto para janeiro, e pela mais recente euforia com a vacina”, disse o chefe de mercados de petróleo da Rystad Energy, Bjornar Tonhaugen.

As norte-americanas Pfizer e Moderna geraram esperanças de conter a pandemia de Covid-19 com notícias de elevadas taxas de sucesso em testes para vacinas.

Enquanto isso, a Arábia Saudita pediu para que membros da Opep e seu aliados, o grupo conhecido como Opep+, sejam flexíveis para responder às necessidades do mercado de petróleo.

Membros da Opep estão inclinados a postergar um plano de aumentar a oferta a partir de 2021, considerando opções que incluiriam adiamento da maior produção por três ou seis meses.

Ambos os contratos de referência do petróleo recuavam mais cedo depois de o Instituto Americano do Petróleo (IAP) ter dito na véspera que os estoques da commodity nos EUA aumentaram em 4,2 milhões de barris na semana passada, acima das expectativas de alta de 1,7 milhão de barris, segundo pesquisa da Reuters.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.