Agronegócio

Preços do petróleo sobem com retomada na China e Japão e esperança de acordo da Opep+

Reuters
Reuters

16 de novembro de 2020 - 13:27 - Atualizado em 16 de novembro de 2020 - 13:30

Por Noah Browning

LONDRES (Reuters) – Os futuros do petróleo subiam nesta segunda-feira, recuperando parte das perdas da última sessão após novos dados terem mostrado uma recuperação na China e no Japão, a segunda e a terceira maior economia do mundo, respectivamente.

Além disso, números mostraram que refinarias na China tiveram um em outubro o maior nível de processamento de petróleo em base diária já registrado para o mês, enquanto novos “lockdowns” nos Estados Unidos e na Europa pesaram sobre a demanda.

O petróleo Brent subia 0,63 dólar, ou 1,47%, a 43,41 dólares por barril, às 8:03 (horário de Brasília). O petróleo dos Estados Unidos avançava 0,66 dólar, ou 1,64%, a 40,79 dólares por barril.

“Em termos de fundamentos, os números da China oferecem suporte para que os preços do petróleo possam manter esses níveis”, disse o economista do OCBC, Howie Lee.

Ambos os contratos subiram mais de 8% na semana passada, por esperanças de uma vacina contra Covid-19 e de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados incluindo a Rússia possam manter uma menor produção no próximo ano para apoiar preços.

O grupo que reúne a Opep e aliados, conhecido como Opep+, deve ter uma reunião de seu comitê ministerial na terça-feira que pode recomendar mudanças em cotas de produção para quando os ministros da aliança forem se encontrar em 30 de novembro e 1° de dezembro.

“Não há como negar que o mercado de petróleoestáá totalmente nas mãos da Opep+”, disse o analista-chefe de commodities do SEB, Bjarne Schieldrop.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.