Agronegócio

Preços do petróleo fecham em alta; oleoduto nos EUA planeja retomada de operações

Reuters
Reuters

10 de maio de 2021 - 20:42 - Atualizado em 10 de maio de 2021 - 20:45

Por Jessica Resnick-Ault

NOVA YORK (Reuters) – Os preços do petróleo avançaram nesta segunda-feira, após a operadora de um importante oleoduto norte-americano afirmar que o funcionamento deste poderá ser retomado, em grande parte, dentro de uma semana, após um ataque cibernético ter forçado seu fechamento.

Um potencial avanço da demanda nos Estados Unidos deu impulso aos preços do petróleo, ofuscando preocupações de que uma ascensão da pandemia de coronavírus possa afetar a demanda na Ásia.

A Colonial Pipeline, maior operadora de oleodutos dos EUA, disse nesta segunda-feira que espera restaurar “substancialmente” serviços operacionais até o final desta semana.

O sistema foi fechado na sexta-feira devido a um ataque cibernético. No domingo, alguns dutos de menor proporção haviam sido reabertos, mas as linhas principais permaneceram bloqueadas.

Na última semana, o foco dos operadores havia mudado para fatores positivos relacionados à reabertura dos EUA. “Agora, o mercado estará de olho na situação dos oleodutos”, afirmou Phil Flynn, analista sênior do Price Futures Group em Chicago.

O petróleo Brent fechou em alta de 0,4 dólar, ou 0,1%, a 68,32 dólares por barril. O petróleo dos EUA (WTI) fechou em alta de 0,2 dólar, ou 0,03% em 64,92 dólares o barril. Ambas as referências avançaram mais de 1% na última semana, a segunda consecutiva de ganhos.

(Reportagem adicional de Alex Lawler em Londres, Aaron Sheldrick em Tóquio e Florence Tan em Cingapura)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.