Agronegócio

Preços do petróleo caem por temor com demanda na Índia e dados fracos do Japão

Reuters
Reuters

30 de abril de 2021 - 18:18 - Atualizado em 30 de abril de 2021 - 18:20

Por Laila Kearney

NOVA YORK (Reuters) – Os preços do petróleo recuaram de máximas de seis semanas nesta sexta-feira, à medida que operadores se desfizeram de posições após dados fracos de importação da commodity pelo Japão e em meio a temores com a demanda por combustíveis na Índia, onde os casos de Covid-19 dispararam.

Tanto a referência norte-americana quando o Brent, “benchmark” global, registraram as maiores quedas diárias em três semanas, mas ainda apuraram ganhos de cerca de 6% e 8%, respectivamente, no acumulado do mês.

A demanda por combustíveis no mundo não possui direção comum –o consumo está em alta nos Estados Unidos e China, enquanto outros países retomam medidas de lockdown para conter o avanço da taxa de transmissão do coronavírus.

O petróleo Brent fechou em queda de 1,31 dólar, ou 1,9%, a 67,25 dólares por barril, no último dia de negociações do vencimento junho, primeiro contrato. Já o petróleo dos Estados Unidos (WTI) recuou 1,43 dólar, ou 2,2%, para 63,58 dólares o barril.

O Brent acumulou ganho de 1,7% na semana, enquanto o WTI subiu 2,3%.

“É o final do mês, então houve alguma realização de lucros, mas acredito que os maiores problemas foram as notícias sobre Covid vindas da Índia”, disse Phil Flynn, analista sênior do Price Futures Group em Chicago. “Essa incerteza colocou o mercado em alerta.”

(Reportagem adicional de Shadia Nasralla e Florence Tan)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.