Agronegócio

Preços do petróleo avançam com perspectiva de estímulos nos EUA

Reuters
Reuters

22 de outubro de 2020 - 19:17 - Atualizado em 22 de outubro de 2020 - 19:20

Por Jessica Resnick-Ault

NOVA YORK (Reuters) – Os preços do petróleo subiram nesta quinta-feira, impulsionados pela possibilidade de um pacote de estímulos nos Estados Unidos, mas não conseguiram recuperar totalmente as perdas da sessão anterior, quando o aumento nos estoques de gasolina norte-americanos sinalizou uma deterioração de demanda em meio à disparada de casos de coronavírus.

Os contratos futuros do petróleo Brent fecharam em alta de 0,73 dólar, ou 1,7%, a 42,46 dólares por barril, enquanto o petróleo dos EUA (WTI) avançou 0,61 dólar, ou 1,52%, para 40,64 dólares o barril.

Os dois indicadores haviam recuado mais de 3% na quarta-feira, no maior declínio diário em três semanas.

Os futuros da commodity ganharam força no início desta quinta-feira, depois de a presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, Nancy Pelosi, afirmar que os dois lados políticos do país estão se aproximando de um acordo para um pacote de estímulos fiscais, impulsionando as expectativas de que a demanda possa melhorar, disse Bob Yawger, diretor de Futuros de Energia do Mizuho em Nova York.

Em Wall Street, os mercados acionários também avançaram em uma sessão volátil nesta quinta, com investidores celebrando a perspectiva de novos estímulos fiscais à economia norte-americana, afetada pela pandemia de coronavírus, diante de dados que apontam uma lenta recuperação do mercado de trabalho local.

(Por Shadia Nasralla, em Londres; reportagem adicional de Sonali Paul, em Melbourne, e Roslan Khasawneh, em Cingapura)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.