Agronegócio

Preços do milho avançam 2% com mercados firmes; soja marca ganho modesto

Reuters
Reuters
Preços do milho avançam 2% com mercados firmes; soja marca ganho modesto
Lavoura de milho em Iowa, nos EUA

27 de setembro de 2021 - 21:19 - Atualizado em 27 de setembro de 2021 - 21:20

Por Julie Ingwersen

CHICAGO (Reuters) – Os contratos futuros do milho nos Estados Unidos subiram cerca de 2% nesta segunda-feira, recuperando-se das primeiras quedas com o apoio dos mercados à vista domésticos e da força dos futuros do petróleo, disseram analistas.

Os futuros da soja subiram, uma vez que a China encomendou várias cargas dos EUA, mas os futuros do trigo terminaram sem direção comum.

O milho para dezembro em Chicago fechou em alta de 12,75 centavos de dólar, em 5,3950 dólares por bushel, após atingir 5,40 dólares, a máxima do contrato desde 31 de agosto.

A soja para novembro fechou em alta de 2,50 centavos de dólar, em 12,8750 dólares o bushel. Enquanto o trigo para dezembro recuou 1,50 centavo de dólar para fechar em 7,2225 dólares o bushel.

O milho obteve forte alta apesar do tempo bom no Meio-Oeste dos EUA, o que deve promover a colheita. Após o fechamento dos grãos em Chicago, o Departamento de Agricultura dos EUA disse que a colheita dos EUA estava 18% completa para milho e 16% para soja, ambos ligeiramente à frente das médias de cinco anos de 15% e 13%, respectivamente.

Mesmo assim, com a colheita ainda nos estágios iniciais, os mercados à vista permanecem relativamente firmes, à medida que os processadores se esforçam para atender às suas necessidades imediatas.

“Não houve grãos suficientes para abastecer o usuário final. Estamos tentando aumentar o mercado o suficiente para atrair o agricultor”, disse Don Roose, presidente da US Commodities, sediada em Iowa.

(Por Julie Ingwersen em Chicago; reportagem adicional de Michael Hogan em Hamburgo e Naveen Thukral em Cingapura)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH8R00J-BASEIMAGE