Agronegócio

Preço médio do diesel atinge maior nível do ano nos postos do Brasil, diz Ticket Log

Reuters
Reuters
Preço médio do diesel atinge maior nível do ano nos postos do Brasil, diz Ticket Log
Posto de combustíveis no Rio de Janeiro (RJ)

15 de julho de 2021 - 19:13 - Atualizado em 15 de julho de 2021 - 19:15

SÃO PAULO (Reuters) – O preço médio do diesel comum nos postos de combustíveis do Brasil avançou 0,96% na primeira quinzena de julho, em comparação com o fechamento do mês anterior, e atingiu o mais alto patamar do ano, informou a Ticket Log nesta quinta-feira.

Segundo o índice de preços da companhia, marca de gestão de frotas e soluções de mobilidade da Edenred Brasil, o valor médio do combustível mais consumido do país alcançou 4,775 reais por litro nas primeiras semanas deste mês.

O diesel S-10, que possui menor teor de enxofre, acompanhou o movimento e subiu 1,0% em relação ao final de junho, para 4,831 reais por litro, também o maior valor médio do ano.

O levantamento da Ticket Log tem como base abastecimentos realizados por 1 milhão de veículos administrados pela marca em 21 mil postos credenciados.

“Tanto o diesel comum quanto o diesel S-10 registraram aumentos nos preços em todas as regiões do país neste início de segundo semestre”, disse em nota o head de Mercado Urbano da Edenred Brasil, Douglas Pina.

O preço mais alto para ambos os tipos de diesel foi verificado na região Norte, enquanto o Sul possui o valor médio mais baixo. Já o aumento mais significativo do diesel comum no período ocorreu no Nordeste (+1,1%), enquanto o S-10 apurou sua maior alta no Sudeste (+1,27%).

“Para o motorista de um caminhão cujo tanque comporta 200 litros de combustível, enchê-lo com o tipo comum está 9,00 reais mais caro do que estava no mês anterior”, destacou Pina, considerando a média nacional de preços.

Embora também dependa de impostos, margens de distribuição e revenda e misturas de biocombustíveis, a alta no valor do diesel para o consumidor final ocorre pouco depois de a Petrobras ter elevado o preço médio do produto em suas refinarias em 3,7%, no primeiro reajuste para cima desde que Joaquim Silva e Luna assumiu o cargo de presidente da empresa.

(Por Gabriel Araujo)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH6E17Q-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.